I JOÃO

A primeira carta de João fala sobre o amor a Deus e aos nossos irmãos (nosso próximo).

A vida sem amor é a vida sem Deus. E a vida sem Deus é essa que vocês estão vendo nesse mundo: as pessoas vivem com medo, doentes, preocupadas, com raiva, perturbadas... resumindo: não vivem com abundância como Jesus falou que devemos viver. Pois abundância de vida é ter paz, amor, paciência, segurança e fé em Deus.

O coração sem amor é vulnerável ao demônio, que facilmente arruma maneiras de fazer moradia nele. O amor fortalece o ser humano porque o aproxima de Deus.

Quando se fala em amar imaginam que seja um homem e uma mulher em um relacionamento. Mas na verdade o amor é o maior presente que Deus dá a um ser humano aqui nesta terra. É um sentimento que deveria ser passado pelos pais quando uma criança nasce, pois ela seria o fruto do amor entre os dois. Essa criança cresceria aprendendo a gentileza, o afeto, o carinho e principalmente o respeito a Deus e as pessoas.

Mas num mundo de maldade, descaso, traição, cobiças e ódio, como isso seria possível? Bem que o Mestre Jesus Cristo tinha alertado: “A maldade se espalhará de tal maneira, que o amor de muitos se esfriará.” E foi exatamente isso que aconteceu: essa frase resume perfeitamente o mundo de hoje.

Meus irmãos, ao lermos as cartas de João podemos perceber a importância do amor, de aprender a amar, de sabermos o que podemos e devemos fazer para ter amor.

Doze homens foram escolhidos, viram, ouviram e ficaram nesta terra depois que Jesus se foi, para espalhar e eternizar o Evangelho para nos espelharmos em todas as Suas ações e palavras que sempre eram de amor.

Aprenda mais em Textos Bíblicos, I João, II João e III João.

©2011 ALL RIGHS RESERVED / TODOS OS DIREITOS RESERVADOS