A VAIDADE

As pessoas têm uma idéia errada sobre o que é vaidade, principalmente os crentes. Em muitas igrejas é proibido cortar o cabelo, fazer as unhas, maquiagem, usar jóias, desodorante, perfume, fazer depilação, tratar dos dentes... E outras coisas absurdas por falta de sabedoria divina.

Cuidar da sua higiene pessoal não é vaidade e sim cuidar de sua saúde e do seu bem-estar. Você como servo de Deus deve andar limpo, penteado, arrumado, cheiroso e não com roupas sujas, rasgadas, mal cheiroso. Isso é uma vergonha para você e para o nome de Deus. Por mais simples que você seja, peça a Deus para andar limpo, com roupas limpas e cuidar de você mesmo.

Certa vez um pastor disse que dentadura era coisa do diabo. Mentira! Muitos absurdos ensinados na igreja vêm de ensinamentos e doutrinas humanas. Deus quer ver os Seus filhos com saúde, alegres e bonitos. Muitas pessoas não se arrumam porque não têm motivação, alegria, são amarguradas, infelizes ou escravas de doutrinas humanas.

A vaidade não tem a ver com cuidar de sua saúde ou andar arrumado. Vaidade é você desejar que as pessoas te invejem, te elogiem; é você ser orgulhoso e se exibir com o que tem; é ser soberbo e arrogante se achando melhor do que os outros; é ter bens materiais para satisfazer os desejos da natureza humana. Tudo isso te afasta de Deus, por isso a vaidade é pecado.

Quem é vaidoso não tem limites. Muitas pessoas tiveram sua saúde comprometida ou perderam a vida por causa da vaidade, pois existem muitos tratamentos de beleza que põem em risco sua saúde e sua vida.

A pessoa vaidosa não aproveita a vida, pois nunca está satisfeita com sua aparência, sempre acha que precisa melhorar alguma coisa. Ela se torna escrava da beleza física e tem medo de envelhecer. Aí coloca botox, por exemplo, que é um produto que paralisa os músculos da face, reduz as rugas e as marcas de expressão. Mais depois de algum tempo quer fazer mais coisas.

Existem pessoas que são capazes de qualquer coisa para ter um corpo perfeito. Muitos acabam morrendo por causa dessa escravidão. Arriscam-se em plásticas, lipoaspirações, bronzeamentos artificiais ou naturais, se expondo ao sol mais do que a pele suporta ou usando misturas perigosas para ajudar no bronzeamento.

Outras tomam anabolizantes para tonificar o corpo ou exageram na musculação. O exercício físico faz bem a saúde, mas em exagero pode prejudicar. Para resultados mais rápidos acabam usando produtos que prometem ótimos resultados sem esforço onde a pessoa leva pequenas descargas elétricas que faz o músculo se contrair. E também tem aqueles que colocam próteses de silicone em várias partes do corpo. Houve um caso de uma pessoa colocar uma prótese na panturrilha (batata da perna) e perder os movimentos das pernas, entre tantos outros exemplos de problemas que aconteceram por causa da vaidade.

Muitas meninas que estão bem fisicamente e com saúde desejam emagrecer porque muitas artistas famosas são magras, e por isso essas meninas fazem de tudo para emagrecer: tomam remédios ou fazem dietas radicais onde passam fome. Quando não acabam mortas, ficam doentes, pois cada pessoa tem seu tipo físico. A pessoa que não é magra naturalmente e faz sacrifícios para emagrecer drasticamente, fica com aparência abatida de pessoa doente.

Não é pecado você querer emagrecer, pois é arriscado a pessoa estar acima do peso. Mas querer ser magro porque a mídia ensina e correr o risco de morrer é loucura e vaidade. Peça a Deus para controlar seu apetite para você estar em seu peso normal; crie o hábito de comer coisas saudáveis e Ele te ajudará.

As pessoas devem buscar ter saúde e não satisfazer sua vaidade.

Além de tudo isso existem várias opções para quem é vaidoso: tratamentos com produtos químicos, cosméticos e utensílios perigosos, cirurgias sem necessidade...

Irmão, a sua beleza não está no seu corpo e em sua forma, no seu cabelo, no seu rosto sem rugas ou no seu bronzeado, mas sim em seu coração, na sua alegria, no seu modo de tratar as pessoas, no seu amor e respeito por Deus.

Não é pecado você querer andar com o cabelo arrumado para trabalhar, para sair ou para estar bonita. Mas você arriscar sua saúde usando produtos químicos que são prejudiciais é vaidade. As pessoas criaram um produto a base de formol para alisar os cabelos. Esse produto prejudicou muita gente, mas mesmo com o alerta dos médicos, o povo continuou usando. As pessoas ficam cegas com sua vaidade. Não aceitam conselhos e não medem as conseqüências de seus atos.

Por isso meus irmãos, se arrumem, mas não sejam escravos da vaidade. Pois a vaidade tem a ver com o seu comportamento, com as suas intenções e não com o cuidado pessoal. Você pode cuidar da sua aparência, ir ao salão de beleza, fazer as unhas, se depilar, usar creme para o corpo, desodorante. O que você não deve é fazer essas coisas com intenção de ser adorado (a), de fazer inveja a seus amigos (as), vizinho (a), discriminar as pessoas que por algum motivo não podem fazer o mesmo.

Você pode comprar roupas, perfumes, jóias desde que não seja para aparecer, ser orgulhoso (a) e desprezar as pessoas. Deus ensina aos Seus servos a se arrumar. Ele não quer Seus servos andando como a mídia ensina ou conforme a moda. Os servos de Deus são diferentes: eles podem andar bem arrumados, mas o que chama atenção é o brilho do Espírito Santo no seu rosto. As Escrituras Sagradas dizem: “Quero também que as mulheres sejam sensatas e usem roupas decentes e simples. Que elas se enfeitem, mas não com penteados complicados, nem com jóias de ouro ou de pérolas, nem com roupas caras! Pelo contrário, a beleza de você deve estar no coração, pois ela não se perde; ela é a beleza de um espírito calmo e delicado, que tem muito valor para Deus.” (I TIMÓTEO 2 v. 9-10 / I PEDRO 3 v. 4)

Isso quer dizer que vocês devem dar prioridade à beleza interior, à limpeza do seu coração, pois é o que sai da sua boca e o que se passa na sua mente que dirá se você é feio ou bonito, bom ou mau. Você deve se cuidar e se arrumar, mas dedique-se a Deus para que o seu coração tenha o amor e a humildade.

Deus não quer Suas filhas com roupas decotadas demais, transparentes e curtas. Ele não quer que vocês sejam espalhafatosas, exageradas e com o corpo a mostra. Ele quer que vocês sejam alegres em sua maneira de agir e se vestir. Peça ao Espírito Santo que Ele te mostrará o que fica bem em você.

Tudo que você compra ou faz na intenção de mostrar para os outros é vaidade. Deus não gosta disso. Você deve comprar aquilo que realmente precisa para viver bem. Se você quer ter uma casa, por que precisa ser imensa, num condomínio de luxo e custar um absurdo? Se você precisa de um carro, por que ele tem que ser do ano, importado ou cheio de acessórios que não servem para nada? Por que suas roupas precisam ser de marcas famosas e suas jóias caras? Deus não te proíbe de ter o que deseja, mas Ele julga suas intenções. Por isso muito cuidado com o que deseja e faz. “Você pode pensar que tudo o que faz é certo, mas o Senhor julga as suas intenções.” (PROVÉRBIOS 16 v. 2)

Não é o que você usa ou o que você tem que te faz ser vaidoso e sim o seu modo de agir.

O ser humano é facilmente enganado, principalmente as mulheres, por pessoas que só querem enriquecer se aproveitando da vaidade.

A vaidade é um risco para o ser humano por vários motivos e o pior deles é que satanás toma conta da mente da pessoa de uma tal forma, que com tantos tratamentos ou cirurgias que ela faça nunca fica satisfeita.

Por isso irmão, preste atenção: o que faz você ficar bonito é o amor por Deus, pelo seu próximo e por você mesmo. O que você faz que cause o mal a você ou ao seu próximo te afasta de Deus. E quando Deus se afasta, satanás toma conta do teu coração e de sua natureza humana. E ele aparece no teu rosto te deixando triste, desanimado, amargurado e feio.

Cuide-se, mas não seja vaidoso. Não queira mostrar aos outros o que você tem. Abra seus olhos e dedique-se a Deus. Deixe o amor e a humildade te transformarem numa pessoa bonita de verdade.

Que Deus o abençoe!

©2011 ALL RIGHS RESERVED / TODOS OS DIREITOS RESERVADOS