DOUTRINAS HUMANAS

Cada igreja tem sua doutrina, mas ninguém pergunta a Deus como deve orientar o povo. Só existe um único e verdadeiro Deus. Então, deveria haver um único e verdadeiro ensinamento.

Em uma igreja pregam que Deus proíbe cortar o cabelo, pintar as unhas, usar jóias e na outra pregam que Ele não proíbe. Algumas igrejas acreditam no Espírito Santo, outras não acreditam. Há várias diferenças entre as doutrinas ensinadas nas igrejas. E sabe por que isso acontece? Porque são ensinamentos humanos: não vêm do Espírito Santo de Deus. Por isso as pessoas têm dúvidas sobre qual igreja ensina o que é certo.

Por causa das doutrinas humanas e da maneira errada que os falsos pastores pregam o evangelho, as igrejas estão desacreditadas: os que são membros acabam saindo porque não suportam mais as doutrinas rígidas e os que estão fora ficam sem motivação de ir para a igreja por acharem as doutrinas absurdas. E por causa dos maus exemplos se afastam cada vez mais de Deus.

Um homem estava revoltado com a doutrina que a sua esposa seguia e por isso não queria saber de Deus. Ele foi à igreja onde sua esposa freqüentava e perguntou ao pastor: “Que tipo de ensinamento você dá na sua igreja? A minha mulher está horrível: ela não passa um desodorante, nem perfume, não se depila, não ajeita o cabelo nem se arruma.”

Em outra igreja, uma senhora foi conversar com o pastor e disse que precisava cuidar dos seus dentes e talvez colocar uma dentadura. Mas o pastor disse que isso era vaidade e que dentadura é coisa do maligno.

Essas tolices que são ensinadas vêm de sabedoria humana, por causa da dureza de coração, do orgulho e da ganância. Cada pastor quer ser mais sábio que o outro. Mas são tolos: não percebem que estão sendo levados para o inferno por meio de seus erros e ainda arrastando multidões com eles. Meus irmãos, Deus quer que as pessoas reconheçam que são pecadoras e que precisam da ajuda do Espírito Santo tanto para ensinarem quanto para aprenderem a viver uma vida que agrada a Deus.

Muitos pastores discutem a respeito de doutrinas e não seguem os ensinamentos de Jesus. Em vez de ensinar ao povo a não fazer o que Deus detesta (mentira, falação da vida dos outros, orgulho, ódio, inveja, discriminação, desonestidade, cobiça, falar palavras indecentes, julgar...) perdem seu tempo com doutrinas humanas, ensinando que não podem usar batom, calça comprida, bermudas, camisetas, jóias, pintar e arrumar os cabelos, fazer as sobrancelhas, pintar as unhas. Estão agindo como os professores da Lei que Jesus falou: “Guias cegos! Coam um mosquito, mas engolem um camelo!” (MATEUS 23 v. 24)

O povo de Deus deve seguir os ensinamentos de seu Mestre Jesus Cristo e não as doutrinas humanas, pois dessa forma o Espírito Santo estará ensinando o que é certo.

Por causa das diferentes doutrinas uns se acham no direito de julgar os outros. Se uma denominação usa certos tipos de roupa, o que você tem com isso? Vocês perdem tempo com bobagens e reparando uns aos outros. Cada um prestará contas a Deus no que se refere à maneira de agir nesse mundo. Por isso deixem de reparar uns aos outros. O que vocês devem fazer, não fazem: buscar o Espírito Santo de Deus e pedir sabedoria e entendimento para servir a Deus com todo o coração.

As doutrinas da igreja deveriam ser as regras para os membros obedecerem e se tornarem diferentes das pessoas que não servem a Deus para que o povo os reconhecesse como seguidores de Jesus, com sua maneira de se vestir decentemente, sendo pessoas humildes, educadas, limpas, bem cuidadas, de comportamento exemplar, agindo com misericórdia sem se envolver com as coisas deste mundo (fofoca, mentira, bagunça, imoralidade, palavrões, desonestidade...).

Onde há muitas pessoas é preciso ter regras. Todos devem saber se comportar no Templo. Na casa de Deus todos devem ter respeito: os jovens, as crianças, os casais. Mas o povo é ensinado com doutrinas humanas e não com os ensinamentos do Espírito Santo. Na igreja só sabem cobrar, ensinar doutrinas absurdas e escravizar as pessoas. E o resultado é esse: pessoas infelizes, orgulhosas, julgadoras e mal ensinadas.

Muitas mulheres crentes andam com o cabelo amarrado, sem se depilar, sem se cuidar e cheias de ódio e inveja das mulheres que se arrumam. De que adianta seguir essa doutrina rígida se você não obedece a Jesus? Ele disse que devemos amar uns aos outros.

As pessoas andam mal vestidas achando que isso é ser humilde. A humildade está na maneira de agir com as pessoas, com paciência, bondade e misericórdia. Você pode andar coberto de ouro e ser uma pessoa humilde. Mas você pode se vestir de trapos e ser uma pessoa orgulhosa, julgadora e de coração imundo.

Moisés foi o homem mais humilde de sua época. E por que ele era humilde? Porque ele amava e obedecia a Deus; amava e cuidava do povo escolhido por Deus.

Hoje muitos ensinam o povo usando sua própria sabedoria; pensam que são sábios, mas são tolos. Eles põem fardos pesados nas costas dos outros dizendo: “Deus condena isso” ou “Deus não permite aquilo”. “Todas essas proibições têm a ver com coisas que se tornam inúteis depois de usadas. São apenas regras e ensinamentos que as pessoas inventam.”  (COLOSSENSES 2 v. 22)

E por isso as pessoas acabam sendo escravas de leis humanas, por causa das doutrinas das igrejas.

Todo ensinamento que o ser humano precisa para viver do jeito que agrada a Deus está nas Escrituras Sagradas. Mas infelizmente a maioria dos crentes não lê: prefere ser guiada por criaturas humanas. Por isso as pessoas carregam fardos pesados pensando que são ensinamentos de Deus. Preste atenção nessas palavras proféticas: “Tenham cuidado para que ninguém os torne escravos por meio de argumentos sem valor, que vêm da sabedoria humana. Essas coisas vêm dos ensinamentos de criaturas humanas e dos espíritos que dominam o Universo e não de Cristo. Cristo nos libertou para que nós sejamos realmente livres. Por isso, continuem firmes como pessoas livres e não se tornem escravos novamente.” (COLOSSENSES 2 v. 8 / GÁLATAS 5 v. 1) 

Quando o ser humano der atenção aos ensinamentos de Deus, não será escravo de criaturas humanas.

Que Deus o abençoe!

©2011 ALL RIGHS RESERVED / TODOS OS DIREITOS RESERVADOS