CARTA DE PAULO A
FILEMOM

Filemom era um cristão importante, provavelmente membro da igreja de Colossos. Onésimo, que era escravo de Filemom, tinha fugido do seu dono. Não se sabe como ele chegou a conhecer o apóstolo Paulo, mas o certo é que ele se converteu ouvindo a mensagem do evangelho anunciado pelo apóstolo, que estava na prisão. Paulo decidiu que Onésimo deveria voltar para o seu dono e por isso escreve a Carta a Filemom a fim de lhe fazer um apelo para que receba Onésimo de volta, não somente como escravo, mas também como um querido irmão em Cristo. Parece que a  Carta aos Colossences e a Carta a Filemom foram escritas na mesma época e que as duas foram entregues pelo próprio Onésimo.

Esta pequenina carta é um belo exemplo de cortesia e carinho. Paulo não discute os direitos que as leis daquele tempo dava a um dono de escravo. Para resolver esta questão de um escravo fugido, Paulo aplica a mais alta lei que existe, a lei do amor cristão.

"Eu, Paulo, prisioneiro por causa de Cristo Jesus, junto com o irmão Timóteo, escrevo a você, Filemom, nosso amigo e companheiro de trabalho, e à igreja que se reúne na sua casa. Esta carta vai também para a nossa irmã Áfia e para Arquipo, nosso companheiro de lutas. Que a graça e a paz de Deus, o nosso Pai, e do Senhor Jesus Cristo estejam com vocês!" (FILEMOM 1 v. 1-3)

A FÉ E O AMOR DE FILEMOM

"Meu caro Filemom, sempre que eu oro, lembro de você e agradeço ao meu Deus porque tenho ouvido falar do seu amor por todo o povo de Deus e da fé que você tem no Senhor Jesus. Peço a Deus que a fé que une você a nós faça com que compreendamos mais profundamente todas as bênçãos que temos recebido na nossa vida, por estarmos unidos com Cristo. Meu caro irmão, o seu amor tem me dado grande alegria e muita coragem, pois você tem animado o coração de todo o povo de Deus."
(FILEMOM 1 v. 4-7)

PAULO PEDE EM FAVOR DE ONÉSIMO

"Por isso, como seu irmão em Cristo, eu sei que tenho o direito de exigir o que você deve fazer.

Mas o amor que tenho por você me obriga a lhe fazer apenas um pedido. E faço isso, embora eu seja Paulo, o representante de Cristo Jesus e agora também prisioneiro por causa dele.  Portanto, eu lhe faço um pedido em favor de Onésimo, que é meu filho por estarmos unidos com Cristo, pois, enquanto eu estava na cadeia, tornei-me o pai espiritual dele. Antes ele era inútil para você, mas agora é útil para você e para mim.

Eu estou mandando Onésimo de volta para você, e com ele vai o meu coração. Gostaria de obrigá-lo a ficar aqui comigo, enquanto estou nesta cadeia por causa do evangelho, a fim de que ele me ajudasse em lugar de você. Porém não vou fazer nada sem a aprovação de você, para que o favor que eu lhe estou pedindo não seja feito por obrigação, mas por sua livre vontade.

Pode ser que Onésimo tenha sido afastado de você por algum tempo a fim de que você o tenha de volta para sempre. Pois agora ele não é mais um escravo, porém muito mais do que isso: é um querido irmão em Cristo. De fato, para mim ele é muito querido. E para você agora ele é mais querido ainda, não só como escravo, mas também como irmão no Senhor.

Por isso, se você me considera seu companheiro de trabalho, receba Onésimo de volta como se estivesse recebendo a mim mesmo. Se ele deu algum prejuízo a você ou lhe deve alguma coisa, ponha isso na minha conta. Aqui, com a minha própria mão escrevo isto: Eu, Paulo, pagarei tudo. É claro que não preciso fazer com que você lembre que me deve a sua própria vida. Portanto, meu irmão, me faça esse favor, por causa do Senhor. Anime o meu coração, como irmão em Cristo.

Ao escrever isso, estou certo de que você vai fazer o que lhe estou pedindo e sei até que você fará ainda mais. Peço também que prepare um quarto para mim, pois espero que Deus responda às orações de todos vocês e me deixe ir outra vez até aí."
(FILEMOM 1 v. 8- 22)

SAUDAÇÕES FINAIS

"Epafras, o irmão que está na cadeia comigo por causa de Cristo Jesus, envia saudações a você.

E Marcos, Aristarco, Demas e Lucas, meus companheiros de trabalho, também enviam saudações. Que a graça do Senhor Jesus Cristo esteja com vocês!" (FILEMOM 1 v. 23-25)

©2011 ALL RIGHS RESERVED / TODOS OS DIREITOS RESERVADOS