ISAÍAS

Isaías foi sem dúvida um dos maiores profetas do Antigo Testamento.

O livro fala muito sobre a idolatria: pessoas que dedicavam suas vidas a adorar imagens feitas de madeira, pedra, metal... qualquer coisa as pessoas idolatravam.
“É uma grande tolice fazer uma imagem para ser adorada como se fosse um deus.
O homem usa uma parte da madeira para fazer um fogo; ali ele se esquenta e também assa o pão. A outra parte da madeira é usada para fazer uma imagem; e o homem fica de joelhos e a adora. Assim metade da madeira serve para fazer um fogo; o homem assa a carne, come e fica satisfeito. Também se esquenta e diz: ‘Que fogo bom! Já me esquentei bem!’ Com a outra metade da madeira, o homem faz uma imagem, isto é, um deus; depois, fica de joelhos e a adora. E faz esta oração: ‘Tu és o meu deus; salva-me!’
Essa gente não tem juízo. Eles fecharam os olhos e não podem ver nada; fecharam também a sua mente e não entendem nada.” (ISAÍAS 44 v. 10,  15-18)

Assim acontece com o povo de hoje.

E as pessoas que diziam que serviam ao Senhor eram mentirosas e hipócritas, como o povo de hoje.
“O Senhor diz:
‘Esse povo ora a Mim com a boca e Me louva com os lábios, mas o seu coração está longe de Mim.
A religião que eles praticam não passa de doutrinas e ensinamentos humanos que eles só sabem repetir de cor.” (ISAÍAS 29 v.13)

“Vocês passam os dias de jejum discutindo e brigando e chegam até a bater uns nos outros. Será que vocês pensam que, quando jejuam assim, Eu vou ouvir as suas orações? O jejum que Me agrada é que vocês repartam a sua comida com os famintos, que recebam em casa os pobres que estão desabrigados,
que dêem roupas aos que não têm e que nunca deixem de socorrer os seus parentes.” (ISAÍAS 58 v. 4, 7)

Uma das passagens importantes desse livro fala do desafio que o rei da Assíria, Senaqueribe fez ao Deus Todo-Poderoso. Senaqueribe zombou do povo de Israel dizendo que invadiria Jerusalém e o deus a quem eles serviam não iria impedi-lo. O oficial assírio trouxe esta mensagem:
“- Não deixem que Ezequias os engane, fazendo vocês pensarem que Deus vai salvá-los. Será que os deuses das outras nações as salvaram do rei da Assíria? Onde estão agora os deuses de Hamate e de Arpade? Onde estão os deuses de Sefarvaim? Será que eles salvaram Samaria do meu poder? Quando foi que os deuses de todos esses países os salvaram do nosso rei? O que é, então, que faz vocês pensarem que o Senhor pode salvar Jerusalém do poder dele? (ISAÍAS 36 v. 18-20)

Mas o rei Ezequias que recebeu a carta com as ameaças de Senaqueribe foi até o Templo suplicar pela ajuda de Deus, que como Todo-Poderoso respondeu através de Isaías:
“- Portanto, o Senhor diz o seguinte a respeito do rei da Assíria: ‘Ele não entrará nesta cidade e não atirará uma só flecha contra ela. Nenhum soldado com escudo chegará perto da cidade, e não serão construídas rampas de ataque ao redor dela. O rei da Assíria vai voltar pelo mesmo caminho por onde veio, sem ter entrado nesta cidade. Eu defenderei e protegerei esta cidade por causa da Minha honra e por causa da promessa que fiz ao Meu servo Davi. Eu, o Senhor, falei.’” (ISAÍAS 37 v. 33-35)

É assim que um servo de Deus deve agir quando aparecer qualquer situação difícil em sua vida; em vez de perder a fé, deve dobrar os joelhos e orar a Deus pedindo a Sua ajuda. O mesmo Deus que respondeu a oração do rei Ezequias, responderá a sua também se você tiver fé que Ele possa resolver.

Muitos tomam atitudes sem antes consultar ao Pai, o Deus Todo-Poderoso, por isso que as coisas dão errado.

Deus tem todo o poder de ajudar o mundo, mas para isso é preciso dedicação e obediência. Se as pessoas não lhe derem atenção, continuarão escravas dos males deste mundo, assim como aconteceu com o povo de Israel.

Deus cumpre o que fala, faz acontecer o que Ele quer, ao contrário dos deuses falsos.
“Eu não deixo que se cumpram as mensagens de profetas mentirosos e faço com que os adivinhos fiquem parecendo tolos. Faço com que os sábios se enganem e transformo toda a sua sabedoria em tolice. Mas Eu faço com que se cumpra a mensagem do Meu servo e com que as palavras dos Meus mensageiros aconteçam. Prometo que Jerusalém terá moradores novamente e que as cidades de Judá serão reconstruídas. Farei com que elas se levantem do meio das suas ruínas.” (ISAÍAS 44 v. 25-26)

“O Senhor diz a vocês: ‘Há muito tempo, Eu falei de coisas do futuro, disse claramente o que ia acontecer. De repente, agi, e tudo aconteceu como Eu tinha dito. Eu sabia que vocês são teimosos, que são duros como o ferro ou o bronze. Por isso, falei dessas coisas há muito tempo; antes que elas acontecessem, Eu as havia anunciado a vocês. Portanto, vocês não podem dizer que foram as suas imagens e os seus ídolos que fizeram essas coisas acontecerem. Tudo aconteceu como Eu tinha dito, e vocês precisam reconhecer que falei a verdade. Mas agora vou falar de coisas novas, de coisas secretas, que vocês ainda não conhecem.”
(ISAÍAS 48 v. 3-6)

A palavra profeta se refere a uma pessoa que usado pelo Deus Todo-Poderoso prediz acontecimentos do futuro.

É incrível como Isaías a centenas de anos descreve a vinda de Jesus a esta terra. Ele fala de Seu nascimento, de quando Ele estaria pronto para anunciar a mensagem de Deus, de como as pessoas o rejeitariam e do sofrimento que Ele haveria de passar.
“Virá um descendente do rei Davi, filho de Jessé, que será como um ramo que brota de um toco, como um broto que surge das raízes.
O Espírito do Eterno estará sobre Ele e lhe dará sabedoria e conhecimento, capacidade e poder. Ele temerá o Eterno, conhecerá a Sua vontade e terá prazer em obedecer-lhe. Ele não julgará pela aparência, nem decidirá somente por ouvir dizer. Mas com justiça julgará os necessitados e defenderá os direitos dos pobres.  As Suas palavras serão como uma varapara castigar o país, e com o Seu sopro Ele matará os maus. Com justiça e com honestidade, Ele governará o Seu povo.” (ISAÍAS 11 v. 1-5)

“Então Isaías disse:
- Escutem, descendentes do rei Davi! Será que não basta vocês abusarem da paciência das pessoas? Precisam abusar também da paciência do meu Deus? Pois o Senhor mesmo lhes dará um sinal: a jovem que está grávida dará à luz um filho e porá nele o nome de Emanuel.  Quando Ele chegar à idade de saber escolher o bem e rejeitar o mal, o povo estará comendo coalhada e mel.” (ISAÍAS 7 v. 14-15)

Até os detalhes Isaías mencionou como a estrela que brilharia quando Jesus nascesse:
“O povo que andava na escuridão viu uma forte luz; a luz brilhou sobre os que viviam nas trevas. Pois já nasceu uma criança, Deus nos mandou um menino que será o nosso rei. Ele será chamado de ‘Conselheiro Maravilhoso’, ‘Deus Poderoso’, ‘Pai Eterno, ‘Príncipe da Paz’.” (ISAÍAS 9 v. 2 e v. 6)

“O Deus Eterno diz: ‘Aqui está o Meu servo, a quem Eu fortaleço, o Meu escolhido, que dá muita alegria ao Meu coração. Pus Nele o Meu Espírito, e Ele anunciará a Minha vontade a todos os povos. Não gritará, não clamará, não fará discursos nas ruas. Não esmagará um galho que está quebrado, nem apagará a luz que já está fraca. Com toda a dedicação, Ele anunciará a Minha vontade. Não se cansará, nem desanimará, mas continuará firme até que todos aceitem a Minha vontade. As nações distantes estão esperando para receber os Seus ensinamentos.’” (ISAÍAS 42 v. 1-4)

“O Senhor Eterno Me ensina o que devo dizer a fim de animar os que estão cansados. Todas as manhãs, Ele faz com que Eu tenha vontade de ouvir com atenção o que Ele vai dizer. O Senhor Eterno Me deu entendimento, e Eu não Me revoltei, nem fugi Dele. Ofereci as Minhas costas aos que Me batiam e o rosto aos que arrancavam a Minha barba. Não tentei Me esconder quando Me xingavam e cuspiam no Meu rosto.” (ISAÍAS 50 v. 4-6)

“O povo diz: 
- Quem poderia crer naquilo que acabamos de ouvir? Quem diria que o Deus Eterno estava agindo? Pois o Eterno quis que o Seu servo aparecesse como uma plantinha que brota e vai crescendo em terra seca. Ele não era bonito nem simpático, nem tinha nenhuma beleza que chamasse a nossa atenção ou que nos agradasse. Ele foi rejeitado e desprezado por todos; Ele suportou dores e sofrimentos sem fim. Era como alguém que não queremos ver; nós nem mesmo olhávamos para Ele e o desprezávamos. No entanto, era o nosso sofrimento que Ele estava carregando, era a nossa dor que Ele estava suportando. E nós pensávamos que era por causa das Suas próprias culpas que Deus o estava castigando, que Deus o estava maltratando e ferindo. Porém Ele estava sofrendo por causa dos nossos pecados, estava sendo castigado por causa das nossas maldades. Nós somos curados pelo castigo que Ele sofreu, somos sarados pelos ferimentos que Ele recebeu. Todos nós éramos como ovelhas que se haviam perdido; cada um de nós seguia o seu próprio caminho. Mas o Eterno castigou o Seu servo; fez com que Ele sofresse o castigo que nós merecíamos. Ele foi maltratado, mas agüentou tudo humildemente e não disse uma só palavra. Ficou calado como um cordeiro que vai ser morto, como uma ovelha quando cortam a sua lã.
Foi preso, condenado e levado para ser morto, e ninguém se importou com o que ia acontecer com Ele. Ele foi expulso do mundo dos vivos, foi morto por causa dos pecados do nosso povo. Foi enterrado ao lado de criminosos, foi sepultado com os ricos, embora nunca tivesse cometido crime nenhum, nem tivesse dito uma só mentira.’
Depois de tanto sofrimento, Ele será feliz; por causa da Sua dedicação, Ele ficará completamente satisfeito. O Meu servo não tem pecado, mas Ele sofrerá o castigo que muitos merecem, e assim os pecados deles serão perdoados. Por isso, Eu lhe darei um lugar de honra; Ele receberá a Sua recompensa junto com os grandes e os poderosos. Pois Ele deu a Sua própria vida e foi tratado como se fosse um criminoso. Ele levou a culpa dos pecados de muitos e orou pedindo que eles fossem perdoados.’”
(ISAÍAS 53 v. 1-9, 11-12)

O Deus Eterno diz:
Tudo o que o Meu servo fizer dará certo;Ele será louvado e receberá muitas homenagens.Muitos ficaram horrorizados quando o viram, pois Ele estava tão desfigurado, que nem parecia um ser humano.Mas agora muitos povos ficarão admirados quando o virem, e muitos reis não saberão o que dizer. Pois verão coisas de que ninguém havia falado, entenderão aquilo que nunca tinham ouvido.’”  (ISAÍAS 52 v. 13-15)

Tudo que aconteceu com Jesus foi dito por Isaías, mas as pessoas com seu orgulho ficaram cegas e não perceberam que fizeram exatamente o que estava escrito. Deus esperava que as pessoas lessem as Escrituras Sagradas e evitassem aquela maldade e reconhecessem o Messias. Assim hoje, daqui a alguns anos Ele receberá as pessoas que lerem e colocarem em prática as palavras desse livro. Ele está avisando o que está para acontecer e pedindo que vocês se voltem para Ele. Mas se não quiserem dar atenção, infelizmente ele não fará nada por você quando o sofrimento vier.

Meus irmãos abram seus corações e sua mente e ouçam as mensagens de Deus.
“Procurem a ajuda de Deus enquanto podem achá-lo; orem ao Senhor enquanto Ele está perto. Que as pessoas perversas mudem a sua maneira de viver e abandonem os seus maus pensamentos! Voltem para o Senhor, nosso Deus, pois Ele tem compaixão e perdoa completamente.” (ISAÍAS 55 v. 6-7)

Leia mais em Textos Bíblicos, Isaías.

©2011 ALL RIGHS RESERVED / TODOS OS DIREITOS RESERVADOS