JOÃO

Nosso mestre, o Messias enviado por Deus, tinha consciência do que teria de passar nesta terra. Ele disse: “Pois as Escrituras Sagradas dizem: ‘Ele foi tratado como se fosse um criminoso’. Eu afirmo a vocês que isso precisa acontecer comigo, pois o que está escrito a Meu respeito tem de acontecer.”

O livro de Isaías fala muito sobre Jesus. E tudo o que foi profetizado, foi concretizado: Ele foi maltratado, preso e morto injustamente, por pessoas que temiam perder o poder. Mas ressuscitou no terceiro dia e hoje reina ao lado direito do Pai.

“A Lei foi dada a Moisés, mas o amor e a verdade vieram por meio de Jesus Cristo.” Naquela época muitos homens estavam usando a Lei para julgar e condenar os outros. Mas Jesus veio para dar sentido àquela Lei; mostrar para as pessoas como obedecer a Lei com amor e sabedoria e não com egoísmo e ódio.

No livro de João, Jesus é apresentado como o cordeiro de Deus, aquele que viria para libertar as pessoas do pecado. Ao ler este livro nossa mente é levada a perceber o quanto Jesus foi sábio e como Ele de fato se entregou a Deus para sofrer o que fosse necessário. Através desse sofrimento, Jesus nos libertou e por ter passado por tudo aquilo sem odiar as pessoas que o maltrataram, Jesus recebeu o nome de Salvador, pois aquele que crer e praticar Seus ensinamentos será salvo.

“- Eu sou a luz do mundo; quem Me segue nunca andará na escuridão, mas terá a luz da vida.”
(JOÃO 8 v. 12)

Jesus fez muitos milagres para convencer às pessoas de que Ele era o Messias. Inclusive ressuscitou Lázaro, que estava morto havia quatro dias. Mas ao invés de crerem, muitos faziam planos para matá-lo, pois por causa desses milagres, muitos judeus estavam abandonando seus líderes e crendo em Jesus. Odiavam Jesus sem motivo, pois Ele fazia coisas boas e milagres que nenhum outro fez.

“Jesus disse:

- Escutem outra parábola: certo agricultor fez uma plantação de uvas e pôs uma cerca em volta dela. Construiu um tanque para pisar as uvas e fazer vinho e construiu uma torre para o vigia. Em seguida, arrendou a plantação para alguns lavradores e foi viajar. Quando chegou o tempo da colheita, o dono mandou alguns empregados a fim de receber a parte dele. Mas os lavradores agarraram os empregados, bateram num, assassinaram outro e mataram ainda outro a pedradas. Aí o dono mandou mais empregados do que da primeira vez. E os lavradores fizeram a mesma coisa. Depois de tudo isso, ele mandou o seu próprio filho, pensando: ‘O meu filho eles vão respeitar.’
Mas, quando os lavradores viram o filho, disseram uns aos outros: ‘Este é o filho do dono; ele vai herdar a plantação. Vamos matá-lo, e a plantação será nossa.’
Então agarraram o filho, e o jogaram para fora da plantação, e o mataram.
Aí Jesus perguntou:
- E agora, quando o dono da plantação voltar, o que é que ele vai fazer com aqueles lavradores?
Eles responderam:
- Com certeza ele vai matar aqueles lavradores maus e vai arrendar a plantação a outros. E estes lhe darão a parte da colheita no tempo certo.
Jesus então perguntou:
- Vocês não leram o que as Escrituras Sagradas dizem? ‘A pedra que os construtores rejeitaram veio a ser a mais importante de todas. Isso foi feito pelo Senhor e é uma coisa maravilhosa!’
E Jesus terminou:
- Eu afirmo a vocês que o Reino de Deus será tirado de vocês e será dado para as pessoas que produzem os frutos do Reino. Quem cair em cima dessa pedra ficará em pedaços. E, se a pedra cair sobre alguém, essa pessoa vai virar pó.
Os chefes dos sacerdotes e os fariseus ouviram as parábolas que Jesus contou e sabiam que ele estava falando a respeito deles. Por isso queriam prendê-lo, mas tinham medo da multidão porque o povo achava que Jesus era profeta.” (MATEUS 21 v. 33-46)

Jesus usou essa parábola para descrever Sua vinda a esta terra depois dos profetas que Deus havia mandado.

Exatamente como os lavradores maus fizeram com o querido filho do dono da plantação, assim fizeram com o querido Filho de Deus.

Mas, o Deus Todo-Poderoso, como na parábola, tirará o Seu povo das mãos dos líderes maus, assim como o dono da plantação faria.

Deus mandou Seu filho a esta terra para ensinar o caminho de volta para o Reino dos Céus, pois a humanidade estava se desviando desse caminho. Muitos naquela época, ouviram Suas palavras e as praticaram e com certeza herdarão o Reino do Céu.

Outros que tinham tanto conhecimento sobre a Lei, ficaram cegos com o orgulho, não aceitaram Jesus e o mataram. Assim hoje, quem se recusa a ouvir a voz de Deus sofrerá com o caos que já atinge várias partes deste mundo e com tudo de ruim que ainda está por vir.

Conheça mais dos ensinamentos de Jesus Cristo em Textos Bíblicos, João.

©2011 ALL RIGHS RESERVED / TODOS OS DIREITOS RESERVADOS