JULGO DESIGUAL OU DISCRIMINAÇÃO?

Muitas denominações não permitem que seus membros namorem pessoas que não são da igreja. E tem denominação que ensina que só pode namorar pessoas da mesma denominação, pois dizem que a luz e as trevas não podem caminhar juntas.

Uma pessoa que não frequenta uma igreja tem uma maneira diferente de viver e de pensar de uma pessoa que frequenta, assim como uma pessoa que tem religião tem pensamentos e atitudes diferentes de quem não tem. Quando duas pessoas de comportamentos e pensamentos diferentes decidem se relacionar, começa haver a discórdia e o desrespeito. E muitos vivem nessa situação de julgo desigual: um sempre tentando convencer o outro do que é certo e errado.

Isso acontece quando pessoas da igreja (crentes) tentam se relacionar com pessoas que não são da mesma igreja ou não frequentam nenhuma igreja (não-crentes). Ou quando uma tem religião e a outra não tem; ou outras situações em que os dois não conseguem se entender.

O que todos devem saber é que numa relação os dois precisam se esforçar para compreender o outro e dar prioridade ao sentimento que um tem pelo outro. Mas as pessoas não conseguem fazer isso, porque ficam a vida toda tentando mostrar que o erro está no outro e não em si mesmas.

Um rapaz crente começou a namorar uma moça que não era da igreja. Ele disse para moça que se ela não fosse para igreja, ele seria excluído de todas as atividades da igreja. A moça, por gostar do rapaz, começou a frequentar a igreja, mas esse mesmo rapaz, que não podia namorar uma moça que não era da igreja, frequentava festas e bailes que não eram da igreja. A moça percebeu que o rapaz não tinha nenhum exemplo de vida para dar a ela nem era diferente dos rapazes não-crentes. Então ela terminou com o rapaz e saiu da igreja.

Isso mostra que tem muitas “trevas” nas igrejas, mas ninguém vê.

A igreja cobra muito, mas não é capaz de dar um bom ensinamento aos seus membros. Se os membros das igrejas fossem ensinados ir a Deus levar seus problemas, confiar e esperar Nele, as pessoas saberiam com quem ter um bom relacionamento.

Muitos casais crentes que se conheceram na igreja vivem de aparências, pessoas que não se entendem nem se amam. Isso quer dizer que ninguém conhece ninguém sendo ou não da igreja. Mas o Todo-Poderoso, o grande Eu Sou Quem Sou, pode te revelar quem realmente é a pessoa que você está interessado.

Infelizmente a maioria dos crentes não acredita que Deus pode fazer qualquer coisa nessa terra por aqueles que oram e têm fé Nele.

Quando você aprender com o Espírito Santo a amar, respeitar, obedecer e temer ao Pai o Deus Todo-Poderoso, Ele te mostrará com quem você deve se relacionar.

Se você quer ter um bom relacionamento, deve se lembrar que a pessoa que você pretende se casar é um ser humano que tem qualidades, mas também tem defeitos. Por isso você tem que ser compreensivo, saber respeitar o espaço do outro, pois o casamento é algo muito sério, nem tudo é alegria, tem as dificuldades, que são duas pessoas que tem desejos e vontades. Haverá horas que você tem que ceder, ser paciente e o principal: ter o amor de Deus no seu coração para que você enxergue o outro com misericórdia.

Peça a Deus para te mostrar quem você é antes de exigir que o outro seja perfeito. Não existem príncipes encantados nem princesas de contos de fadas. Existem seres humanos que têm naturezas humanas, e por isso os dois precisam conversar abertamente para ver se estão na mesma sintonia.

Não acredite nessa história que quando casar a pessoa vai mudar ou Deus vai mudar a pessoa. Deus só muda uma pessoa quando ela deseja ser mudada. Por isso peça a Deus sabedoria e discernimento para saber o que vem Dele ou o que a sua natureza deseja. Leia no livro EU SOU QUEM SOU os capítulos: VIDA A DOIS, A FAMÍLIA, SEXO ANTES DO CASAMENTO É PECADO? e O AMOR e aprenda a amar e respeitar o outro.

Que Deus os abençoe!

©2011 ALL RIGHS RESERVED / TODOS OS DIREITOS RESERVADOS