O JOIO

“Jesus contou outra parábola. Ele disse ao povo:
- O Reino do Céu é como um homem que semeou sementes boas nas suas terras. Certa noite, quando todos estavam dormindo, veio um inimigo, semeou no meio do trigo uma erva ruim, chamada joio, e depois foi embora. Quando as plantas cresceram, e se formaram as espigas, o joio apareceu. Aí os empregados do dono das terras chegaram e disseram: ‘Patrão, o senhor semeou sementes boas nas suas terras. De onde será que veio este joio?’
- Foi algum inimigo que fez isso, respondeu ele.
E eles perguntaram: ‘O senhor quer que a gente arranque o joio?’
- Não - respondeu ele - porque, quando vocês forem tirar o joio, poderão arrancar também o trigo. Deixem o trigo e o joio crescerem juntos até o tempo da colheita. Então eu direi aos trabalhadores que vão fazer a colheita: ‘Arranquem primeiro o joio e amarrem em feixes para ser queimado. Depois colham o trigo e ponham no meu depósito.’” (MATEUS 13 v. 24-30)

Jesus deixou ensinamentos para que as pessoas obedecessem e agradassem a Deus. Seus discípulos seguiram esses ensinamentos e naquela época, mesmo com tanta perseguição e sofrimento, eles não abandonaram a fé em Cristo.

Ao longo de todos esses anos surgiram pessoas dominadas por satanás que distorceram os ensinamentos de Jesus para satisfazer seus próprios interesses (ficar ricos, famosos, dominar as pessoas). Por isso vemos as igrejas cheias de pessoas mal ensinadas que vivem fazendo o que é errado e dizendo que são servas de Deus.

Hoje as igrejas têm mais “joio” do que “trigo”, pois na maioria dos cristãos não vemos o brilho do Espírito Santo. Para ter o brilho do Espírito Santo é preciso ter um coração limpo, sem rancor, mágoas, inveja, ódio, falsidade, raiva, ressentimentos ou orgulho.

As pessoas ao entrarem para a igreja em vez de aprenderem o que Jesus ensinou (amor, o arrependimento e a mudança de vida para conseguir a salvação), elas aprendem que estão salvas e que seus pecados foram lançados no mar do esquecimento. Por causa desse ensinamento, as pessoas não se arrependem do mal que causaram aos outros, continuam obedecendo à velha natureza humana, se julgam melhores do que os que não estão na igreja, se tornam arrogantes, orgulhosas, discriminadoras e confiantes de que vão para o céu.

Poucas pessoas estão na igreja desejando realmente servir a Deus. Mas estão rodeadas de pessoas mal orientadas e pregadores mentirosos. O “trigo” está cada vez mais abafado pelo “joio” que cresce e se espalha com o poder de satanás.

Desperta irmão! Procure mudar de vida para que no Grande Dia você não seja jogado no fogo eterno. Peça a Deus para que Ele abra seus olhos e você veja se é “joio” ou “trigo”.

- Você se julga melhor do que os não-crentes?
- Você julga pela aparência?
- Você fala mal dos outros?
- Você mente?
- Quando você não gosta de alguém, deseja o mal para essa pessoa?
- Você guarda ressentimentos e pede punição a Deus para àqueles que te fizeram mal?
- Você se alegra quando Deus está corrigindo seu próximo?
- Você ama as coisas deste mundo mais do que a Deus?
- Você ama seu filho, marido, esposa, pai, mãe mais do que a Deus?
- Você é daqueles que idolatram o pastor?
- Você é daqueles que gosta de falar palavras que ofendem os outros (alfinetar)?
- Você fala palavrões?
- Você participa do grupinho na igreja que gosta de uma fofoca?

Se você faz alguma dessas coisas tenha certeza que você é o “joio” no meio do “trigo”.

Coloque em prática o que as Escrituras Sagradas ensinam. Faça uma análise de tudo que você já fez e o que ainda faz e veja se está servindo a Deus ou ao inimigo. O verdadeiro servo de Deus vive de acordo com a vontade Dele. “Quem diz que vive unido com Deus deve viver como Jesus Cristo viveu.” (I JOÃO 2 v. 6)

Vocês estão se deixando levar pelos desejos de suas naturezas humanas e por isso se afastam de Deus. Vocês não podem viver de acordo com a natureza humana, pois quem vive conforme a natureza humana nunca vai obedecer aos ensinamentos de Deus.

O povo está sendo enganado e acha que está no caminho certo, que está salvo e que é abençoado. Não foi à toa que Jesus perguntou se encontraria fé na terra. Do jeito que o povo está, Ele só encontrará pessoas que dizem que o amam da boca para fora.

Preste atenção na explicação de Jesus:
“Os discípulos chegaram perto Dele e perguntaram:
- Conte para nós o que quer dizer a parábola do joio.
Jesus respondeu:
- Quem semeia as sementes boas é o Filho do Homem. O terreno é o mundo. As sementes boas são as pessoas que pertencem ao Reino; e o joio, as que pertencem ao maligno. O inimigo que semeia o joio é o próprio diabo. A colheita é o fim dos tempos, e os que fazem a colheita são os anjos. Assim como o joio é ajuntado e jogado no fogo, assim também será no fim dos tempos. O Filho do Homem mandará os Seus anjos, e eles ajuntarão e tirarão do Seu Reino todos os que fazem com que os outros pequem e também todos os que praticam o mal. Depois os anjos jogarão essas pessoas na fornalha de fogo, onde vão chorar e ranger os dentes de desespero. Então o povo de Deus brilhará como o sol no Reino do Seu Pai. Se vocês têm ouvidos para ouvir, então ouçam.” (MATEUS 13 v. 36-43)

Deixe de fazer o que desagrada a Deus. Viva como Jesus ensinou para que no Grande Dia você seja recolhido para o depósito de Deus: o Reino do Céu!  

Que Deus o abençoe!

©2011 ALL RIGHS RESERVED / TODOS OS DIREITOS RESERVADOS