O QUE É PRECISO PARA SER PASTOR?


- É PRECISO SER CHAMADO POR DEUS

Os escolhidos por Deus não precisam de seminários, nem de faculdade para fazer a obra Dele. Se você for chamado por Deus, Ele te dará sabedoria, entendimento e todas as armas para fazer a Sua obra. É por isso que o pastor deve ser uma pessoa humilde, pois Deus só dá a Sua sabedoria para quem é humilde e reconhece que sem Ele não sabe e não pode fazer nada.

Preste atenção nessa passagem bíblica e veja que Deus é quem faz a obra:

“Moisés cuidava das ovelhas e das cabras de Jetro, o seu sogro, o sacerdote de Midiã. Um dia Moisés levou o rebanho para o outro lado do deserto e foi até o monte Sinai, o monte sagrado. Ali o Anjo do Senhor apareceu a ele numa chama de fogo no meio de um espinheiro. Moisés viu que o espinheiro estava em fogo, porém não se queimava. Então pensou: ‘Que coisa esquisita! Por que será que o espinheiro não se queima? Vou chegar mais perto para ver.’ Quando o Senhor Deus viu que Moisés estava chegando mais perto para ver melhor, Ele o chamou do meio do espinheiro e disse:
- Moisés! Moisés!
- Estou aqui - respondeu Moisés.
Deus disse:
- Pare aí e tire as sandálias, pois o lugar onde você está é um lugar sagrado.
E Deus continuou:
- Eu sou o Deus dos seus antepassados, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó. 

Aí Moisés cobriu o rosto porque ficou com medo de olhar para Deus. Então o Senhor disse:
- Eu tenho visto como o Meu povo está sendo maltratado no Egito; tenho ouvido o seu pedido de socorro por causa dos seus feitores. Sei o que estão sofrendo. Por isso desci para libertá-los do poder dos egípcios e para levá-los do Egito para uma terra grande e boa. É uma terra boa e rica, onde moram os cananeus, os heteus, os amorreus, os perizeus, os heveus e os jebuseus. De fato, tenho ouvido o pedido de socorro do Meu povo e tenho visto como os egípcios os maltratam.  Agora venha, e Eu o enviarei ao rei do Egito para que você tire de lá o Meu povo, os israelitas.
Moisés perguntou a Deus:
- Quem sou eu para ir falar com o rei do Egito e tirar daquela terra o povo de Israel?
Deus respondeu:
- Eu estarei com você. Quando você tirar do Egito o Meu povo, vocês vão Me adorar neste monte, e isso será uma prova de que Eu o enviei.
Porém Moisés disse:
- Quando eu for falar com os israelitas e lhes disser: ‘O Deus dos seus antepassados me enviou a vocês’, eles vão me perguntar: ‘Qual é o nome Dele?’ Aí o que é que eu digo?
Deus disse:
- EU SOU QUEM SOU. E disse ainda: Você dirá o seguinte: ‘EU SOU me enviou a vocês. O Senhor, o Deus dos seus antepassados, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó, me enviou a vocês. Este é o Seu nome para sempre, e assim Ele será lembrado por vocês em todos os tempos.’
Aí Moisés respondeu a Deus, o Senhor:
- Mas os israelitas não vão acreditar em mim, nem vão dar atenção ao que eu falar e vão dizer que o Senhor não me apareceu.
Então o Senhor perguntou:
- O que é isso que você tem na mão?
- Um bastão - respondeu Moisés.
Deus disse:
- Jogue-o no chão.
Ele jogou, e o bastão virou uma cobra. E Moisés fugiu dela. Aí o Senhor ordenou a Moisés:
- Estenda a mão e pegue a cobra pelo rabo.
Moisés estendeu a mão e pegou a cobra pelo rabo, e de novo ela virou um bastão na mão dele. Então o Senhor disse:
- Faça isso para provar aos israelitas que o Senhor, o Deus dos seus antepassados, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó, apareceu a você.
E o Senhor continuou:
- Agora ponha a mão no peito.
Moisés obedeceu. E, quando tirou a mão do peito, ela estava leprosa, branca como a neve.
- Ponha outra vez a mão no peito - ordenou Deus, o Senhor.
Ele pôs a mão no peito novamente. E, quando a tirou, ela estava tão boa como o resto do corpo. Então o Senhor lhe disse:
- Se com o primeiro milagre os israelitas não acreditarem em você e não se convencerem, então com o segundo vão acreditar. Mas, se com esses dois milagres ainda não crerem e não quiserem ouvir o que você disser, tire água do rio Nilo e derrame no chão, que ela virará sangue.
Moisés respondeu ao Senhor:
- Ó Senhor, eu nunca tive facilidade para falar, nem antes nem agora, depois que começaste a falar comigo. Quando começo a falar, eu sempre me atrapalho.
Porém o Senhor lhe disse:
-Quem dá a boca ao ser humano? Quem faz com que ele seja surdo ou mudo? Quem lhe dá a vista ou faz com que fique cego? Sou Eu, Deus, o Senhor. Agora vá, pois Eu o ajudarei a falar e lhe direi o que deve dizer. (ÊXODO 3 v.1-15 / 4 v. 1-12)

No passado havia centenas de profetas, mas apenas alguns eram profetas escolhidos e enviados por Deus. Os que não eram escolhidos por Deus, levavam o povo e os reis a pecarem por causa de suas afirmações mentirosas, dizendo que eram mensagens de Deus.

Hoje não é diferente: muitos querem ser pastores, se tornam escravos desse desejo de suas naturezas humanas e acabam fazendo seminários e faculdades para realizar esse sonho. Por não terem o chamado de Deus, esses pastores estão levando o povo ao pecado, pois aprendem o que devem dizer com falhos seres humanos e usam suas próprias naturezas humanas para ensinar. É por isso que as igrejas estão desacreditadas! Pois a pessoa só é aprovada quando o Senhor a aprova e não quando é aprovada por si mesma. (II CORÍNTIOS 10 v. 18)

As pessoas estão sendo escravas desses pastores que pregam somente as doutrinas da natureza humana e não pregam os ensinamentos do Espírito Santo. Usam sua própria sabedoria para pregar o que o povo quer ouvir. E por isso Deus disse: “Os pastores do Meu rebanho não entendem nada; todos seguem os seus próprios caminhos e procuram os seus próprios interesses.”
(ISAÍAS 56 v. 11)

Vocês querem ser pastores, mas não pensam nas responsabilidades que vão ter. Acham que ser pastor é fácil: é só chegar na igreja, ler um trecho da Bíblia, interpretar a sua maneira e recolher o dízimo. Estão muito enganados! Só o Espírito Santo pode explicar corretamente as passagens bíblicas e mostrar o que deve ser pregado. Vocês se esquecem que vão ter que prestar contas a Deus por todo mal que causarem às ovelhas e pelas palavras inúteis que disserem.

Quando Deus escolhe um homem para ser pastor de Suas ovelhas, Ele lhe dá sabedoria para conduzir o Seu rebanho, pois só o Senhor sabe como ensinar, educar e disciplinar Suas ovelhas. Mas infelizmente, hoje os homens não esperam o chamado de Deus, eles só fazem um seminário e acham que podem pastorear as ovelhas.

Se os pastores colocassem em prática os ensinamentos de Jesus, a igreja do Senhor mudaria o coração e o modo de vida das pessoas, não seria essa bagunça que está; os membros não se sentiriam melhores do que os outros, não humilhariam os outros, não viveriam fofocando e não iriam para a igreja pensando em se exibir só porque têm bens materiais ou se vestem melhor. Pois infelizmente, é isso que se vê nas igrejas.

Por isso você que deseja ser pastor pense bem: veja se realmente foi Deus quem te chamou ou se é apenas um desejo de sua natureza humana.

- É PRECISO TER AMOR

O amor traz a fé, a obediência, a bondade, a misericórdia, a humildade, a paciência, a dedicação, a honestidade e o respeito pelo próximo. E um pastor precisa de tudo isso para ouvir o Espírito Santo e orientar as ovelhas.

“Aconselho que cuidem bem do rebanho que Deus lhes deu e façam isso de boa vontade, como Deus quer, e não de má vontade. Não façam o seu trabalho para ganhar dinheiro, mas com o verdadeiro desejo de servir. Não procurem dominar os que foram entregues aos cuidados de vocês, mas sejam um exemplo para o rebanho. E, quando o Grande Pastor aparecer, vocês receberão a coroa gloriosa, que nunca perde o seu brilho.” (I PEDRO 5 v. 2-4)

Jesus fez o Seu trabalho de ensinar as pessoas com amor. Por isso, até hoje Seus ensinamentos tocam o coração de muitas pessoas. Ele amava a Deus e por isso tinha sabedoria e inteligência para ensinar. E amava o povo, por isso as pessoas o admiravam e o seguiam. Se você amar, respeitar e se dedicar a Deus, Ele terá a maior satisfação de te ensinar e te orientar em tudo o que for fazer.

Hoje muitos pastores estão levando o povo para o inferno. Não seja um desses! Faça a vontade do Senhor e conduza bem as ovelhas. Faça seu trabalho por amor a Deus e não por interesse! Deseje receber elogios de Deus e não dos homens. Obedeça a Deus e não às normas humanas.

Se você der prioridade a Deus e fizer o que Ele ensina, pode ter certeza que as suas ovelhas vão estar sempre ao seu lado. Ai daqueles que falarem mal de você, pois com certeza o Grande Juiz o defenderá.

Os membros devem respeitar o pastor. Se o pastor da sua igreja faz a obra de Deus corretamente, agradeça a Deus por ele. Se não faz, ore e peça a Deus para dar uma solução. O que não é certo é você ficar falando mal e criticando. Se você não está satisfeito, procure outro lugar para servir a Deus.        

- É PRECISO TER HUMILDADE

Hoje vemos pastores orgulhosos, ignorantes, corruptos, dirigidos pela natureza humana ensinando o povo. É por isso que as pessoas não aprendem nada a respeito de Deus e o que aprendem com esses pastores as tornam duas vezes mais merecedoras do inferno.

O orgulho leva as pessoas ao pecado, porque não ouvem o Espírito de Deus. Alguns pastores fazem questão de dizer com orgulho que têm seus empregos e que não precisam do dinheiro da igreja, mas se esquecem que agindo desse jeito estão desprezando os outros que recebem salário para ser pastor. Muitos falam de um jeito como se estivessem fazendo um favor para Deus, por pregar a Palavra sem receber dinheiro. Irmãos, ninguém faz favor para Deus. É bom lembrar que Deus é o Todo-Poderoso, Ele não precisa de ninguém para fazer Sua obra. Ele fez uma mula falar. Da mesma forma, bastava Ele dar uma ordem para que todos os animais pregassem a Palavra. E eles pregariam não por orgulho ou por interesse, mas por amor a Deus.

Vocês precisam ter humildade para se colocar à disposição de Deus e dos irmãos da igreja que precisam de ajuda. Vocês precisam cuidar do seu rebanho, precisam orientar as pessoas a chegar mais perto e serem dependentes de Deus. Não devem fazer ou dizer coisas que façam as pessoas idolatrarem vocês.

Esse é o trabalho do pastor: servir ao Espírito Santo e ajudar a quem precisa. E para servir é preciso ter humildade. Por isso pastor, seja humilde e misericordioso. Lembre-se que você tem suas fraquezas e que comete erros. Não deixe o orgulho te afastar do Espírito de Deus. Se hoje você não comete certos erros é porque o seu Pai, o Deus Todo-Poderoso te ensinou. Então assim como Ele teve paciência e misericórdia de você, tenha das suas ovelhas, não as julgue, mas lhes mostre o caminho certo.

Lembre-se também que assim como você tem dificuldade de fazer as vontades de Deus, suas ovelhas também têm. Seja paciente!

As pessoas que vão à igreja têm problemas, por isso precisam de ajuda. E se Deus te colocou no caminho delas, peça a Ele que te use para ajudá-las. Não aponte o erro das pessoas condenando-as. Mostre às pessoas que Deus não se agrada de certas coisas e que elas precisam se corrigir se querem chegar perto Dele. Você precisa ter consciência de que ensinar corretamente o seu rebanho é ensinar o povo ir a Deus, a buscar uma vida que agrada ao Pai e a serem diferentes do povo deste mundo.

As pessoas precisam se sentir amparadas, pois como é que uma pessoa vai querer entrar para a igreja, se quando chega lá não é bem recebida, o pastor só quer o dinheiro dela, só sabe cobrar, não tem uma palavra de conforto, de amizade ou de ajuda? Essa pessoa vai à igreja procurando ajuda, mas só ouve bobagens, não ouve um bom ensinamento. Como é que ela vai aprender algo que mude sua vida se vocês não tiverem a orientação do Espírito Santo?

Por isso antes de pregar, peça sempre ao Espírito Santo para não deixar sua natureza humana prevalecer, só porque você prega há muitos anos. Tenha humildade, pois isso agrada a Deus!

- É PRECISO SER GUIADO PELO ESPÍRITO SANTO

Todo pastor precisa ser guiado pelo Espírito Santo para ensinar as verdades que vêm de Deus. Só o Espírito sabe como tocar o coração dos seres humanos e o que cada pessoa precisa ouvir. Se o pastor usar sua própria sabedoria, com certeza vai levar o povo a cometer pecados, pois não ensinará o que é correto. É preciso estar sempre em contato com o Espírito de Deus, como Jesus fazia, para responder as perguntas do povo e para orientar as ovelhas.

Se o pastor não tiver comunhão com Deus, acabará falando bobagens e destruindo a vida de muitas pessoas. Um pastor fiel e obediente a Deus jamais tomará decisões sem consultar a Ele e qualquer problema que os membros lhe trouxerem ele vai orar para que o Pai lhe mostre a solução.

Em todas as situações o pastor precisa da orientação do Espírito Santo, a começar por sua família. A família do pastor deve ser exemplo para a igreja. Senão, como é que ele vai disciplinar suas ovelhas, se na casa dele tem rebeldia e desunião? Se ele não consegue motivar seus filhos a fazer o que é certo, como vai motivar os jovens da igreja? Ele deve lembrar que seus filhos precisam ser corrigidos, pois Deus corrige a todos sem “passar a mão na cabeça de ninguém”. Como dizem as Escrituras Sagradas:

“Este ensinamento é verdadeiro: se alguém quer muito ser bispo na Igreja, está desejando um trabalho excelente. O bispo deve ser um homem que ninguém possa culpar de nada. Deve ter somente uma esposa, ser moderado, prudente e simples. Deve estar disposto a hospedar pessoas na sua casa e ter capacidade para ensinar. Não pode ser chegado ao vinho nem briguento, mas deve ser pacífico e calmo. Não deve amar o dinheiro. Deve ser um bom chefe da sua própria família e saber educar os seus filhos de maneira que eles lhe obedeçam com todo o respeito. Pois, se alguém não sabe governar a sua própria família, como poderá cuidar da Igreja de Deus? O bispo não deve ser alguém convertido há pouco tempo; se for, ele ficará cheio de orgulho e será condenado como o diabo foi. É preciso que o bispo seja respeitado pelos de fora da Igreja, para que não fique desmoralizado e não caia na armadilha do diabo. (I TIMÓTEO 3 v. 1-7)

Vemos pastores que têm toda mansidão e paciência com seus filhos para não magoá-los. Mas com suas jovens ovelhas não tem o mesmo cuidado. É por isso que acontecem coisas na família de alguns pastores para envergonhá-los, pois não agem com justiça. Na obra de Deus não pode ter dois pesos e duas medidas. O pastor não pode dar preferência a sua família, pois ele deve dar prioridade a Deus, porque senão nunca vai fazer o que Deus manda.

- É PRECISO SER DEDICADO A DEUS

Se dedicar integralmente, todos os dias ensinando, orientando, mostrando porque as pessoas sofrem, não é fácil!

Muitos querem ser pastores para ter fama, dinheiro e ter domínio sobre as pessoas. Eles não têm a dedicação às ovelhas que Jesus teve: Ele só ensinava coisas boas, trabalhava em qualquer lugar e se dedicou totalmente à obra de Deus.

“O Deus Eterno diz:
- Aqui está o Meu servo, a quem Eu fortaleço, o Meu escolhido, que dá muita alegria ao Meu coração. Pus Nele o Meu Espírito, e Ele anunciará a Minha vontade a todos os povos. Não gritará, não clamará, não fará discursos nas ruas. Não esmagará um galho que está quebrado, nem apagará a luz que já está fraca. Com toda a dedicação Ele anunciará a Minha vontade. Não se cansará nem desanimará, mas continuará firme até que todos aceitem a Minha vontade. As nações distantes estão esperando para receber os Seus ensinamentos.” (ISAÍAS 42 v. 1-4)

O correto é que o pastor só trabalhe para Deus, mas muitos têm outros empregos: uns trabalham porque não querem que as pessoas digam que sustentam o pastor e outros porque a igreja não tem condições de pagar um bom salário que dê para sustentar sua família.

O pastor que se dedica inteiramente à obra de Deus é justo que ele tenha um salário para se manter. É vergonhoso para os membros da igreja pensar ou dizer que sustentam o pastor que faz a obra de Deus, porque a Bíblia diz: “‘Não amarre a boca do boi quando ele estiver pisando o trigo.’ E dizem ainda: ‘O trabalhador merece o seu salário.’” (I TIMÓTEO 5 v. 18)

A pessoa que trabalha tem muitas preocupações no seu dia-a-dia: problemas no trabalho, cansaço, problemas com a família, estresse... Como é que a pessoa vai ter tempo e cabeça para ter as responsabilidades do trabalho na igreja? Como dizem as Escrituras Sagradas: “Assim o Senhor mandou também que aqueles que anunciam o evangelho vivam do trabalho de anunciar o evangelho.” (I CORÍNTIOS 9 v. 14)

O pastor que tem um trabalho fora da igreja não tem condições de fazer a obra de Deus como Ele deseja. Se Deus chama uma pessoa para fazer a obra Dele, com certeza Deus vai sustentar esse homem e não vai deixar que ele passe necessidade por estar fazendo Sua obra. Deus sabe que o pastor tem muitas obrigações com suas ovelhas e que precisa estar bem espiritualmente, sem problemas nem preocupações deste mundo.

O pastor precisa estar com a mente tranqüila para que o Espírito Santo possa usá-lo. Uma pessoa com a mente ocupada e cheia de problemas não ouvirá o Espírito Santo de Deus. Um pastor preocupado, nervoso, ansioso, aborrecido não conseguirá passar nada de bom para o seu rebanho.     

O trabalho do pastor é ensinar e estar à disposição do Espírito Santo de Deus para cuidar das ovelhas. Se ele tem um emprego fora, ele terá que se dedicar a seu trabalho, mas na verdade ele deveria ser um funcionário de Deus, sendo pago para estar no seu ambiente de trabalho (a igreja) à disposição do seu patrão Jesus Cristo, pois Ele teve dedicação total às ovelhas e sabe como ensinar o povo. Por isso os pastores devem tê-lo como exemplo.

Vocês não precisam sair da igreja para converter as pessoas, fazendo cultos nas praças, indo de porta em porta..., pois se obedecerem a Deus, Ele mandará até vocês quem Ele quiser. Os irmãos que precisassem de ajuda iriam a igreja conversar com o pastor e, orientado por Deus, ele daria os ensinamentos para ajudar a cada um. Assim os irmãos teriam ajuda para entender e colocar em prática os ensinamentos de Deus, pois receberiam conselhos para se libertarem do mal e viverem corretamente. Mas os pastores têm seus próprios empregos, se dedicam a trabalhar para os outros e por isso não se dedicam ao Deus Todo-Poderoso.

Outros pastores que não trabalham, dedicam seu tempo escrevendo livros, gravando CDs, fazendo várias coisas para ganhar dinheiro e ter fama. E por isso não têm tempo para fazer a obra de Deus, que é cuidar das ovelhas e ajudar os que precisam. Alguns acham que escrevendo livros e vendendo DVDs, CDs estão ajudando ao povo, mas se enganam, porque Deus não vai dar uma mensagem para ajudar o povo para que seja vendida, pois Ele sabe que muitos não teriam condições de comprar. Se vocês fizessem essas coisas realmente para o povo, seriam distribuídas gratuitamente.

Os pastores devem tomar Jesus como exemplo e agir como Ele agia. Antigamente não existiam igrejas como existem hoje. Ele saía pelos montes, ensinando o povo aqui e ali. Já os pastores hoje têm suas igrejas, seu lugar para pregar e orientar. Se eles usassem bem esse lugar e se dedicassem todos os dias, com certeza as pessoas que querem receber a ajuda de Deus iriam procurá-lo. E quem fosse visitar a igreja e ouvisse as palavras do Espírito Santo de Deus voltariam, pois quando o Espírito fala, toca o coração das pessoas.

Jesus dá oportunidade a todos, Ele faz de tudo para que as pessoas cheguem perto de Deus. Ele diz: “Escutem! Eu estou à porta e bato. Se alguém ouvir a Minha voz e abrir a porta, Eu entrarei na sua casa, e nós jantaremos juntos. ‘Aos que conseguirem a vitória Eu darei o direito de se sentarem ao lado do Meu trono, assim como Eu consegui a vitória e agora estou sentado ao lado do trono do Meu Pai.” (APOCALIPSE 3 v. 20-21)

Mas os pastores não pensam e não agem como o Mestre Jesus. O trabalho dos pastores não está sendo feito como Jesus fez, porque eles não obedecem ao Espírito Santo e sim a natureza humana fazendo o que ela quer. E qual o resultado disso? As igrejas estão cheias de pessoas orgulhosas, cheias de pessoas que não têm nenhum ensinamento divino. Algumas dessas ovelhas gostariam de aprender a chegar perto de Deus, mas não sabem como.

É muito fácil se tornar um pastor, difícil é ser um pastor ungido e guiado por Deus! Jesus orava muito e vigiava sempre. Os profetas obedeciam fielmente os horários de oração, mesmo quando eram perseguidos. Os cristãos do passado sofreram perseguições e mesmo correndo o risco de serem mortos, não deixaram de ser dedicados a Deus.

Preste atenção nesse ensinamento:

“Em Mileto Paulo mandou chamar os presbíteros da igreja de Éfeso para se encontrarem com ele. Quando eles chegaram, Paulo disse:
- Vocês sabem como foi que passei todo o tempo que estivemos juntos, desde o primeiro dia em que cheguei à província da Ásia. Fiz o meu trabalho como servo do Senhor, com toda a humildade e com lágrimas. E isso apesar dos tempos difíceis que tive, por causa dos judeus que se juntavam contra mim. Vocês também sabem que fiz tudo para ajudar vocês, anunciando o evangelho e ensinando publicamente e nas casas. Eu disse com firmeza aos judeus e aos não-judeus que eles deviam se arrepender dos seus pecados, voltar para Deus e crer no nosso Senhor Jesus. Agora eu vou para Jerusalém, obedecendo ao Espírito Santo, sem saber o que vai me acontecer lá. Sei somente que em todas as cidades o Espírito Santo tem me avisado que prisões e sofrimentos estão me esperando. Mas eu não dou valor à minha própria vida. O importante é que eu complete a minha missão e termine o trabalho que o Senhor Jesus me deu para fazer. E a missão é esta: anunciar a boa notícia da graça de Deus.

Eu tenho estado entre vocês, anunciando o Reino de Deus, e agora sei que vocês não vão me ver mais. Por isso, com toda a certeza eu afirmo hoje que, se algum de vocês se perder, eu não sou o responsável. Pois não deixei de lhes anunciar todo o plano de Deus. Cuidem de vocês mesmos e de todo o rebanho que o Espírito Santo entregou aos seus cuidados, como pastores da Igreja de Deus, que Ele comprou por meio do sangue do Seu próprio Filho. Pois eu sei que, depois que eu for, aparecerão lobos ferozes no meio de vocês e eles não terão pena do rebanho. E chegará o tempo em que alguns de vocês contarão mentiras, procurando levar os irmãos para o seu lado.” (ATOS 20 v. 17-30)

Então, prestem bem atenção no que é preciso para ser pastor e não sejam enganados pela natureza humana e por satanás. 

“Meus irmãos, somente poucos de vocês deveriam se tornar mestres na Igreja, pois vocês sabem que nós, os que ensinamos, seremos julgados com mais rigor do que os outros.” (TIAGO 3 v. 1)

Que Deus o abençoe!

©2011 ALL RIGHS RESERVED / TODOS OS DIREITOS RESERVADOS