O QUE VOCÊ COLHERÁ NO FUTURO?

Os seres humanos estão plantando no terreno da natureza humana, só que muitos não sabem que desse terreno só colherão maus frutos. “Não se enganem: ninguém zomba de Deus. O que uma pessoa plantar, é isso mesmo que colherá. Se plantar no terreno da sua natureza humana, desse terreno colherá a morte.” (GÁLATAS 6 v. 7-8)

Se durante sua vida, você plantar o ódio, a raiva, inveja, egoísmo, orgulho, desprezo, desrespeito, discriminação, fofoca, ganância, cobiça e tudo quanto é mau são esses maus frutos que você colherá no futuro.

Quando vemos nossos irmãos sendo maltratados, humilhados, desrespeitados, passando por situações difíceis, ficamos tristes. Mas devemos lembrar que ninguém sofre injustamente. O sofrimento é a colheita do que plantaram ao longo de suas vidas.

Muitos dizem que são bons, que não fazem mal a ninguém e se perguntam: “Por que isso está acontecendo comigo?” Devemos lembrar que Deus é justo, Ele não comete injustiça com ninguém. Nós é que plantamos no terreno da natureza humana e esquecemos que a natureza humana não produz o que é bom. “As coisas que a natureza humana produz são bem conhecidas. Elas são: a imoralidade sexual, a impureza, as ações indecentes, a adoração de ídolos, as feitiçarias, as inimizades, as brigas, as ciumeiras, os acessos de raiva, a ambição egoísta, a desunião, as divisões, as invejas, as bebedeiras, as farras e outras coisas parecidas com essas.” (GÁLATAS 5 v . 19-21)

Um homem dando testemunho contou que sofreu muito, passou necessidade, foi humilhado e chegou a pensar que Deus era injusto. E continuou: “Foi aí que Deus abriu meus olhos e me fez enxergar que tudo que estava passando era fruto do que plantei. Deus me mostrou como eu era orgulhoso; me lembrou das tolices que falei e o que fiz com que me amava. Paguei o preço! Hoje agradeço a Deus pela oportunidade que Ele me deu de reconhecer os meus erros e mudar de vida.”

É raro uma pessoa quando está passando por algum tipo de situação difícil, lembrar-se dos erros que já cometeu e aceitar o que está passando. As pessoas se sentem injustiçada, pois todos dizem que são bons. Mas as Escrituras Sagradas não mentem.

“Não há ninguém que tenha juízo; não há ninguém que adore a Deus.  Todos se desviaram do caminho certo, todos se perderam. Não há mais ninguém que faça o bem, não há ninguém mesmo. Todos mentem e enganam sem parar. Da língua deles saem mentiras perversas, e dos seus lábios saem palavras de morte, como se fossem veneno de cobra. A boca deles está cheia de terríveis maldições.
Agora, vocês que têm juízo, me escutem. Será que Deus faria alguma coisa errada? Será que o Todo-Poderoso cometeria uma injustiça? Ele nos paga de acordo com o que fazemos e dá a cada um o que merece. Na verdade, o Deus Todo-Poderoso não faz o mal e não é injusto com ninguém.” (ROMANOS 3 v. 11-14 / JÓ 34 v. 10-12)

Quando você estiver sofrendo, lembre-se que está colhendo o que plantou. “A aflição não brota da terra; a desgraça não nasce do chão: somos nós mesmos que causamos o sofrimento, tão certo como as faíscas das brasas voam para cima.” (JÓ 6 v. 6-7)

Pense bem em que terreno você está plantando hoje para quando chegar a hora da colheita você não dizer que Deus é injusto. Plante no terreno do Espírito Santo para no futuro colher o que é bom. “Se plantar no terreno do Espírito de Deus, desse terreno colherá a vida eterna. Não nos cansemos de fazer o bem. Pois, se não desanimarmos, chegará o tempo certo em que faremos a colheita. Portanto, sempre que pudermos, devemos fazer o bem a todos, especialmente aos que fazem parte da nossa família na fé.” (GÁLATAS 6 v. 8-10)

Leia no livro EU SOU QUEM SOU os capítulos: TODOS SÃO CULPADOS e NADA FICARÁ ENCOBERTO.

Que Deus o abençoe!

©2011 ALL RIGHS RESERVED / TODOS OS DIREITOS RESERVADOS