ORAÇÃO DE RECONHECIMENTO

“Pai, reconheço que sou um pecador, que o Senhor é bom, justo e misericordioso, e que tudo que o Senhor faz é para ajudar ao Teu servo a se tornar uma nova pessoa.

O Senhor tem me dado oportunidades de um dia descansar Contigo, mas por causa da minha natureza humana, má e desobediente não tenho feito o que Te agrada.

Quantas vezes vieste me ajudar e eu desprezei a Tua ajuda. Quantas vezes me mostraste que estou errado e eu não me corrigi.

Hoje se estou passando por essa situação difícil, sei que a culpa é toda minha; se estou doente, foi porque não ouvi os Teus conselhos; se me falta o alimento é porque não tenho obedecido Teus ensinamentos.

Pai, não existe nenhum deus como o Senhor, que ensina as pessoas a viver corretamente, para que possam ter saúde, paz, amor e prosperidade. Mas eu não tenho feito por onde ser merecedor de receber essas graças.

Dá-me uma nova oportunidade de fazer o que é direito e justo diante de Ti, preciso da ajuda do Teu Santo Espírito para me tornar uma nova pessoa.

Reconheço diante de Ti e do meu Senhor Jesus Cristo que deu Sua vida para que eu tivesse vida, que preciso mudar o meu modo de agir, pensar e tratar os meus irmãos.

Que o Senhor tenha misericórdia de mim e sempre me lembre de que sou um pecador e que jamais devo julgar, condenar, desprezar, humilhar meus irmãos nem envergonhar Teu Santo nome. Amém!”

Lembrem sempre do que Jesus ensinou na parábola do fariseu e o cobrador de impostos:
“Jesus também contou esta parábola para os que achavam que eram muito bons e desprezavam os outros:
- Dois homens foram ao Templo para orar. Um era fariseu, e o outro, cobrador de impostos. O fariseu ficou de pé e orou sozinho, assim: ‘Ó Deus, eu Te agradeço porque não sou avarento, nem desonesto, nem imoral como as outras pessoas. Agradeço-te também porque não sou como este cobrador de impostos. Jejuo duas vezes por semana e te dou a décima parte de tudo o que ganho.’ Mas o cobrador de impostos ficou de longe e nem levantava o rosto para o céu. Batia no peito e dizia: ‘Ó Deus, tem pena de mim, pois sou pecador!’
E Jesus terminou, dizendo:
- Eu afirmo a vocês que foi este homem, e não o outro, que voltou para casa em paz com Deus. Porque quem se engrandece será humilhado, e quem se humilha será engrandecido.” (LUCAS 18 v. 9-14)

Que Deus os abençoe!

©2011 ALL RIGHS RESERVED / TODOS OS DIREITOS RESERVADOS