OS ENSINAMENTOS DE JESUS CRISTO

“- Este é o Meu Filho querido, que Me dá muita alegria. Escutem o que Ele diz!” (MATEUS 17 v. 5)

Meus queridos irmãos, nosso Pai, o Deus Todo-Poderoso, vem nos alertar da importância de vivermos de acordo com os ensinamentos que o Seu filho Jesus Cristo nos deixou. Esses ensinamentos vão nos levar de volta a Pátria Celestial. E enquanto estivermos aqui neste mundo esses ensinamentos nos guardarão de toda a maldade que está acontecendo e da que ainda está por vir.

Ao nascer, Jesus Cristo nos deu Seu primeiro ensinamento: a humildade. Nascido em uma família simples, em um lugar mais simples ainda, Ele nos mostrou que para ser o Rei do qual as Escrituras Sagradas falam nos livros dos profetas, Ele não precisava nascer em uma família rica. O amor por Deus e ao próximo, a humildade e o prazer em servir fizeram Dele o homem mais importante que passou nesta terra.

Mas aos olhos de muitos seres humanos, Ele foi apenas um homem vindo da Galiléia que acabou morrendo numa cruz.

As Escrituras Sagradas contam a história do Mestre Jesus Cristo e por isso a necessidade de lermos e relermos para não esquecer os ensinamentos que podem mudar e salvar nossas vidas, pois bons ensinamentos podem, de fato, salvar a vida de um ser humano. E essa foi a missão do Mestre Jesus Cristo que veio a esta terra: salvar as pessoas com ensinamentos que as aproximariam do Deus Pai, Todo-Poderoso e lhes traria a salvação de suas almas.

Muitas coisas boas vocês poderiam aprender e praticar em suas vidas, mas não fazem simplesmente porque não lêem as Escrituras Sagradas. E por não lerem acreditam em mentiras de pessoas que pregam na igreja.

Assim como o povo daquela época ignorou o que foi escrito pelos profetas, hoje vocês ignoram o que foi escrito pelos seguidores do Senhor Jesus. O profeta Isaías fala claramente sobre o nascimento, a vida e a morte do Mestre Jesus Cristo muitos anos antes de acontecerem. Isaías disse que uma forte luz brilharia e que poderia livrar muitas pessoas da morte espiritual:
“Quando Jesus soube que João tinha sido preso, foi para a região da Galiléia. Não ficou em Nazaré, mas foi morar na cidade de Cafarnaum, na beira do lago da Galiléia, nas regiões de Zebulom e Naftali. Isso aconteceu para se cumprir o que o profeta Isaías tinha dito:
- ‘Terra de Zebulom e terra de Naftali, na direção do mar, do outro lado do rio Jordão, Galiléia, onde moram os pagãos!
O povo que vive na escuridão verá uma forte luz! E a luz brilhará sobre os que vivem na região escura da morte!’
Daí em diante Jesus começou a anunciar a Sua mensagem. Ele dizia:
- Arrependam-se dos seus pecados porque o Reino do Céu está perto!”
(MATEUS 4 v. 12-17)

Então o nosso Senhor Jesus Cristo começou Seu trabalho espiritual que até hoje nos ajuda a andar em comunhão com o Deus Pai Todo-Poderoso e assim recebermos Sua graça.

NOSSO SENHOR JESUS CRISTO NOS ENSINOU:

- o que realmente é ter felicidade, o que o ser humano pode fazer para ser merecedor de entrar no Reino do Céu.
“- Felizes as pessoas que sabem que são espiritualmente pobres, pois o Reino do Céu é delas.
- Felizes as pessoas que choram, pois Deus as consolará.
- Felizes as pessoas humildes, pois receberão o que Deus tem prometido.
- Felizes as pessoas que têm fome e sede de fazer a vontade de Deus, pois Ele as deixará completamente satisfeitas.
- Felizes as pessoas que têm misericórdia dos outros, pois Deus terá misericórdia delas.
- Felizes as pessoas que têm o coração puro, pois elas verão a Deus.
- Felizes as pessoas que trabalham pela paz, pois Deus as tratará como Seus filhos.
- Felizes as pessoas que sofrem perseguições por fazerem a vontade de Deus, pois o Reino do Céu é delas.
- Felizes são vocês quando os insultam, perseguem e dizem todo tipo de calúnia contra vocês por serem Meus seguidores. Fiquem alegres e felizes, pois uma grande recompensa está guardada no céu para vocês. Porque foi assim mesmo que perseguiram os profetas que viveram antes de vocês.” (MATEUS 5 v. 3-12)

- que somos o sal da terra e a luz do mundo, pois o sal quando perde o sabor perde o valor, assim como perdemos nosso valor quando perdemos o foco no Deus Pai Todo-Poderoso. E quando nos afastamos Dele, deixamos de receber o amor que nos possibilita ajudar nosso próximo e a nós mesmos. E a luz que vem do nosso ser só poderá brilhar e livrar as pessoas da escuridão quando nos colocarmos humildemente a disposição do Pai, o Deus Todo-Poderoso e agirmos de forma que sejamos bons exemplos.
“- Vocês são o sal para a humanidade; mas, se o sal perde o gosto, deixa de ser sal e não serve para mais nada. É jogado fora e pisado pelas pessoas que passam.
- Vocês são a luz para o mundo. Não se pode esconder uma cidade construída sobre um monte. Ninguém acende uma lamparina para colocá-la debaixo de um cesto. Pelo contrário, ela é colocada no lugar próprio para que ilumine todos os que estão na casa. Assim também a luz de vocês deve brilhar para que os outros vejam as coisas boas que vocês fazem e louvem o Pai de vocês, que está no céu.” (MATEUS 5 v. 13-16)

- que a Lei de Moisés é a lei que rege a vida do cristão. Nosso Senhor Jesus Cristo veio a este mundo para traduzir e ensinar as pessoas a entender e praticar o que a Lei ensina.
“- Não pensem que Eu vim para acabar com a Lei de Moisés ou com os ensinamentos dos Profetas. Não vim para acabar com eles, mas para dar o seu sentido completo. Eu afirmo a vocês que isto é verdade: enquanto o céu e a terra durarem, nada será tirado da Lei - nem a menor letra, nem qualquer acento. E assim será até o fim de todas as coisas. Portanto, qualquer um que desobedecer ao menor mandamento e ensinar os outros a fazerem o mesmo será considerado o menor no Reino do Céu. Por outro lado, quem obedecer à Lei e ensinar os outros a fazerem o mesmo será considerado grande no Reino do Céu. Pois Eu afirmo a vocês que só entrarão no Reino do Céu se forem mais fiéis em fazer a vontade de Deus do que os mestres da Lei e os fariseus.”
(MATEUS 5 v. 17-20)

- que o ódio e o desrespeito de um ser humano pelo outro pode causar todo tipo de mal. Os maus sentimentos como as mágoas, o ressentimento, a vingança, a inveja... e tudo que sentimos de ruim pelas pessoas, causam tudo de mau que vemos hoje pelo mundo. A atitude de pedir perdão, de tentar conversar para uma reconciliação é descartada por muitas pessoas. Por isso as coisas no mundo vão mal, nas famílias, nos casamentos, nos países, nas cidades... As pessoas perderam o respeito e a tolerância.
“- Vocês ouviram o que foi dito aos seus antepassados: ‘Não mate. Quem matar será julgado.’ Mas Eu lhes digo que qualquer um que ficar com raiva do seu irmão será julgado. Quem disser ao seu irmão: ‘Você não vale nada’ será julgado pelo tribunal. E quem chamar o seu irmão de idiota estará em perigo de ir para o fogo do inferno. Portanto, se você estiver oferecendo no altar a sua oferta a Deus e lembrar que o seu irmão tem alguma queixa contra você, deixe a sua oferta ali, na frente do altar, e vá logo fazer as pazes com o seu irmão. Depois volte e ofereça a sua oferta a Deus.
- Se alguém fizer uma acusação contra você e levá-lo ao tribunal, entre em acordo com essa pessoa enquanto ainda é tempo, antes de chegarem lá. Porque, depois de chegarem ao tribunal, você será entregue ao juiz, o juiz o entregará ao carcereiro, e você será jogado na cadeia. Eu afirmo a você que isto é verdade: você não sairá dali enquanto não pagar a multa toda.” (MATEUS 5 v. 21-26)

- que não devemos trair a pessoa que escolhemos estar ao nosso lado como companheiro (a). Na vida de hoje é muito comum traições tanto de homens como de mulheres. Mas nosso Senhor Jesus Cristo mostrou que isso é errado. Por isso a vida de vocês vai mal, porque seus pensamentos são maus, cheios de pecados. O sexo tornou-se algo banal e os desejos da carne cada vez mais tomam conta da vida dos seres humanos, os olhares de malícias com o interesse apenas de usar uns aos outros e a liberdade de terem relações com quem quiserem, desviaram vocês do amor, da vida feliz entre um casal. Vocês têm uma idéia errada sobre sexo e amor. São duas coisas que juntas fazem um casal feliz e realizado. Quando somente a carne se realiza, há a insatisfação, o desprezo pelo outro quando acaba o sexo, e quando não é mais praticado como antes começam a cobiçar outras pessoas.
“- Vocês ouviram o que foi dito: ‘Não cometa adultério.’ Mas Eu lhes digo: quem olhar para uma mulher e desejar possuí-la já cometeu adultério no seu coração.” (MATEUS 5 v. 27-28)

- que nossa palavra deve ter valor. Uma pessoa correta diz aquilo que realmente vai cumprir. O tolo não tem palavras, pois mente, engana, não têm honra... e infelizmente os tolos têm tomado conta do mundo.
“- Vocês ouviram o que foi dito aos seus antepassados: ‘Não quebre a sua promessa, mas cumpra o que você jurou ao Senhor que ia fazer.’ Mas Eu lhes digo: não jurem de jeito nenhum. Não jurem pelo céu, pois é o trono de Deus; nem pela terra, pois é o estrado onde Ele descansa os Seus pés; nem por Jerusalém, pois é a cidade do grande Rei. Não jurem nem mesmo pela sua cabeça, pois vocês não podem fazer com que um só fio dos seus cabelos fique branco ou preto. Que o ‘sim’ de vocês seja sim, e o ‘não’, não, pois qualquer coisa a mais que disserem vem do Maligno.” (MATEUS 5 v. 33-37)

- que não devemos nos vingar das pessoas. Para um servo que obedece e teme ao Deus Pai, Todo-Poderoso, a vingança é um sentimento que envenena a alma. Por isso ele entrega todas as situações nas mãos de Deus: se ele tiver que passar por algum tipo de situação desagradável porque cometeu erros no passado, ele agradece ao Deus e Pai, por estar o corrigindo. Mas se for alguma injustiça ele aguarda para que o seu Deus e Pai tome as devidas providências, porque com certeza assim Ele fará.
“- Vocês ouviram o que foi dito: ‘Olho por olho, dente por dente.’ Mas Eu lhes digo: não se vinguem dos que fazem mal a vocês. Se alguém lhe der um tapa na cara, vire o outro lado para ele bater também. Se alguém processar você para tomar a sua túnica, deixe que leve também a capa. Se um dos soldados estrangeiros forçá-lo a carregar uma carga um quilômetro, carregue-a dois quilômetros. Se alguém lhe pedir alguma coisa, dê; e, se alguém lhe pedir emprestado, empreste.” (MATEUS 5 v. 38-42)

- que o amor deve preencher nossos corações, para não dar espaço para vingança, ódio, inveja... e para que tenhamos misericórdia das pessoas sejam elas quem forem.
“- Vocês ouviram o que foi dito: ‘Ame os seus amigos e odeie os seus inimigos.’ Mas Eu lhes digo: amem os seus inimigos e orem pelos que perseguem vocês, para que vocês se tornem filhos do Pai de vocês, que está no céu. Porque Ele faz com que o sol brilhe sobre os bons e sobre os maus e dá chuvas tanto para os que fazem o bem como para os que fazem o mal. Se vocês amam somente aqueles que os amam, por que esperam que Deus lhes dê alguma recompensa? Até os cobradores de impostos amam as pessoas que os amam! Se vocês falam somente com os seus amigos, o que é que estão fazendo de mais? Até os pagãos fazem isso! Portanto, sejam perfeitos em amor, assim como é perfeito o Pai de vocês, que está no céu.” (MATEUS 5 v. 43-48)

- a ajudar as pessoas por amor e não por interesse de receber algo em troca ou ser visto pelos outros. Pois aquilo que fazemos de bom aos outros é visto por Deus e recompensado por Ele.
“- Tenham o cuidado de não praticarem os seus deveres religiosos em público a fim de serem vistos pelos outros. Se vocês agirem assim, não receberão nenhuma recompensa do Pai de vocês, que está no céu.
- Quando você der alguma coisa a uma pessoa necessitada, não fique contando o que fez, como os hipócritas fazem nas sinagogas e nas ruas. Eles fazem isso para serem elogiados pelos outros. Eu afirmo a vocês que isto é verdade: eles já receberam a sua recompensa. Mas você, quando ajudar alguma pessoa necessitada, faça isso de tal modo que nem mesmo o seu amigo mais íntimo fique sabendo do que você fez. Isso deve ficar em segredo; e o seu Pai, que vê o que você faz em segredo, lhe dará a recompensa.” (MATEUS 6 v. 1-4)

- a orar e que a oração é o seu momento íntimo e sagrado com o Pai, o Deus Todo-Poderoso. É o momento de agradecer e pedir ajuda.
“- Quando vocês orarem, não sejam como os hipócritas. Eles gostam de orar de pé nas sinagogas e nas esquinas das ruas para serem vistos pelos outros. Eu afirmo a vocês que isto é verdade: eles já receberam a sua recompensa. Mas você, quando orar, vá para o seu quarto, feche a porta e ore ao seu Pai, que não pode ser visto. E o seu Pai, que vê o que você faz em segredo, lhe dará a recompensa.
- Nas suas orações, não fiquem repetindo o que vocês já disseram, como fazem os pagãos. Eles pensam que Deus os ouvirá porque fazem orações compridas. Não sejam como eles, pois, antes de vocês pedirem, o Pai de vocês já sabe o que vocês precisam. Portanto, orem assim:
‘Pai nosso, que estás no céu, que todos reconheçam que o Teu nome é santo.
Venha o Teu Reino. Que a Tua vontade seja feita aqui na terra como é feita no céu!
Dá-nos hoje o alimento que precisamos.
Perdoa as nossas ofensas como também nós perdoamos as pessoas que nos ofenderam.
E não deixes que sejamos tentados, mas livra-nos do mal. Pois Teu é o Reino, o poder e a glória, para sempre. Amém!’
- Porque, se vocês perdoarem as pessoas que ofenderem vocês, o Pai de vocês, que está no céu, também perdoará vocês. Mas, se não perdoarem essas pessoas, o Pai de vocês também não perdoará as ofensas de vocês.” (MATEUS 6 v. 5-15)

- que a nossa riqueza, o nosso prazer e a nossa alegria devem estar ligadas às coisas que vêm do Reino e não deste mundo. Dessa forma seremos ricos espiritualmente e com certeza nada nos faltará.
“- Não ajuntem riquezas aqui na terra, onde as traças e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e roubam. Pelo contrário, ajuntem riquezas no céu, onde as traças e a ferrugem não podem destruí-las, e os ladrões não podem arrombar e roubá-las. Pois onde estiverem as suas riquezas, aí estará o coração de vocês.” (MATEUS 6 v. 19-21)

- que os nossos olhos não devem trazer a cobiça. Temos que aprender a ver as coisas e não cobiçá-las e sim, orar e pedir ao Pai, para saber se aquilo será realmente bom, seja algo material ou algo que trará mudanças para sua vida.
Tudo o que os olhos vêem e se agradam, a natureza humana fica cobiçando e quando não consegue ter o que tanto deseja começa a ter inveja daquele que tem. E a inveja traz a escuridão para vida da pessoa. Tanto a inveja como a cobiça é pecado.
“- Os olhos são como uma luz para o corpo: quando os olhos de vocês são bons, todo o seu corpo fica cheio de luz. Porém, se os seus olhos forem maus, o seu corpo ficará cheio de escuridão. Assim, se a luz que está em você virar escuridão, como será terrível essa escuridão!” (MATEUS 6 v. 22-23)

- que a riqueza deste mundo não é o suficiente para um ser humano ser feliz. Pois quando nos afastamos do Pai, o Deus Todo-Poderoso, para correr atrás de dinheiro e status só o que conseguimos são aborrecimentos e infelicidade.
“- Um escravo não pode servir a dois donos ao mesmo tempo, pois vai rejeitar um e preferir o outro; ou será fiel a um e desprezará o outro. Vocês não podem servir a Deus e também servir ao dinheiro.”
(MATEUS 6 v. 24)

- que ao dedicarmos nossa vida ao Pai, o Deus Todo-Poderoso, Ele nos retorna tudo o que precisamos para viver bem espiritualmente e materialmente.
“Portanto, não fiquem preocupados, perguntando: ‘Onde é que vamos arranjar comida?’ ou ‘Onde é que vamos arranjar bebida?’ ou “Onde é que vamos arranjar roupas?’ Pois os pagãos é que estão sempre procurando essas coisas. O Pai de vocês, que está no céu, sabe que vocês precisam de tudo isso. Portanto, ponham em primeiro lugar na sua vida o Reino de Deus e aquilo que Deus quer, e Ele lhes dará todas essas coisas.  Por isso, não fiquem preocupados com o dia de amanhã, pois o dia de amanhã trará as suas próprias preocupações. Para cada dia bastam as suas próprias dificuldades.” (MATEUS 6 v. 31-34)

- que o costume de julgar e falar mal dos outros só nos traz maldições. Porque assim como apontamos o erro dos outros, o Pai, o Deus Todo-Poderoso, também apontará e cobrará os nossos. Mas se por misericórdia deixarmos esse mau costume, assim o Pai, terá misericórdia de nós. É algo muito vergonhoso que só atrai coisa ruim essa mania de se meter na vida dos outros, de fazer fofoca e comentários maldosos, de falar palavras obscenas e que ofendem aos outros. Então, pare com isso!
“- Não julguem os outros para vocês não serem julgados por Deus. Porque Deus julgará vocês do mesmo modo que vocês julgarem os outros e usará com vocês a mesma medida que vocês usarem para medir os outros. Por que é que você vê o cisco que está no olho do seu irmão e não repara na trave de madeira que está no seu próprio olho? Como é que você pode dizer ao seu irmão: ‘Me deixe tirar esse cisco do seu olho’, quando você está com uma trave no seu próprio olho? Hipócrita! Tire primeiro a trave que está no seu olho e então poderá ver bem para tirar o cisco que está no olho do seu irmão.” (MATEUS 7 v. 1-5)

- que tudo que aprendemos sobre o Pai, o Deus Todo-Poderoso é para ser guardado no nosso coração e na nossa mente para ser praticado. Deve ser nosso tesouro o conhecimento a respeito do Deus e Pai, para que dessa forma possamos guardá-lo e repartir com quem realmente vai dar valor.
“- Não dêem para os cachorros o que é sagrado, pois eles se virarão contra vocês e os atacarão; não joguem as suas pérolas para os porcos, pois eles as pisarão.” (MATEUS 7 v. 6)

- que em todo o tempo de existência da Terra, o Deus Todo-Poderoso mostra Sua bondade àqueles que o temem, que em meio a tanta confusão e maldade, o Pai cuida daqueles que pedem a Sua ajuda. Como Pai, Ele sempre ouve o que pedimos a Ele. Como Rei, do Seu trono com Seu poder Ele nos concede aquilo que não nos fará mal. Tudo aquilo que for bom para nós e insistirmos em pedidos e orações ao Pai, nos será dado em seu tempo certo.
“- Peçam e vocês receberão; procurem e vocês acharão; batam, e a porta será aberta para vocês. Porque todos aqueles que pedem recebem; aqueles que procuram acham; e a porta será aberta para quem bate. Por acaso algum de vocês, que é pai, será capaz de dar uma pedra ao seu filho, quando ele pede pão? Ou lhe dará uma cobra, quando ele pede um peixe? Vocês, mesmo sendo maus, sabem dar coisas boas aos seus filhos. Quanto mais o Pai de vocês, que está no céu, dará coisas boas aos que lhe pedirem!” (MATEUS 7 v. 7-11)

- que a Lei de Deus é clara e justa: “com a mesma espada que tu feres, serás ferido.” Assim como o bem que faz aos outros, seja quem for, voltará a você.
“- Façam aos outros o que querem que eles façam a vocês; pois isso é o que querem dizer a Lei de Moisés e os ensinamentos dos Profetas.” (MATEUS 7 v. 12)

- que o caminho do Deus e Pai, se torna difícil por causa dos desejos da natureza humana. Se nos desligarmos deste mundo para direcionar nossas vidas a voltar a Pátria Celestial, nossa jornada aqui nesta terra será mais tranquila e abençoada por Deus. Mas se ao invés disso preferirmos buscar paixões, riquezas e diversões deste mundo, chegará um momento em que tudo dará errado, pois quando fazemos a vontade da nossa natureza humana, estamos plantando num terreno de morte, de onde só vamos colher coisas ruins.
“- Entrem pela porta estreita porque a porta larga e o caminho fácil levam para o inferno, e há muitas pessoas que andam por esse caminho. A porta estreita e o caminho difícil levam para a vida, e poucas pessoas encontram esse caminho.” (MATEUS 7 v. 13-14)

- que para enganar as pessoas os falsos profetas se apresentam de maneira bondosa para esconder as más intenções de seus corações. Os pastores de hoje baseiam suas pregações em exaltar os desejos e a cobiça da natureza humana, então conseguem muitos seguidores porque todos desejam ficar ricos, receber fortunas de Deus, bens materiais, negócios lucrativos e de sucesso, serem adorados pelas pessoas e acreditam que com tudo isso, Deus mostra que está com eles. Como são cegos! Como o ser humano é iludido e enganado! Mas isso acontece porque o foco dessas pessoas está no desejo da natureza humana e não nos ensinamentos de Jesus Cristo.
“- Cuidado com os falsos profetas! Eles chegam disfarçados de ovelhas, mas por dentro são lobos selvagens. Vocês os conhecerão pelo que eles fazem. Os espinheiros não dão uvas, e os pés de urtiga não dão figos. Assim, toda árvore boa dá frutas boas, e a árvore que não presta dá frutas ruins.” (MATEUS 7 v. 15-17)

- que no Grande Dia será recolhido pelo o Pai, o Deus Todo-Poderoso àqueles que abriram mão de suas vidas, que se dedicaram em conhecer e praticar as vontades do Deus e Pai. E não pessoas que passaram a ser membros de uma igreja ou uma religião, mas nunca se esforçaram para praticar a bondade e por isso não conheceram realmente a Deus.
“- Não é toda pessoa que Me chama de ‘Senhor, Senhor’ que entrará no Reino do Céu, mas somente quem faz a vontade do Meu Pai, que está no céu. Quando aquele dia chegar, muitas pessoas vão Me dizer: ‘Senhor, Senhor, pelo poder do Seu nome anunciamos a mensagem de Deus e pelo Seu nome expulsamos demônios e fizemos muitos milagres!’ Então Eu direi claramente a essas pessoas: ‘Eu nunca conheci vocês! Afastem-se de Mim, vocês que só fazem o mal!’” (MATEUS 7 v. 21-23)

- que Sua mensagem é a base para construirmos uma vida de segurança e amor. Se praticarmos os ensinamentos de Jesus Cristo, nossa vida aqui na terra além de ser muito tranquila será alegre e cheia das bênçãos que nós como servos de Deus desejamos receber: saúde, a paz em nosso lar, a facilidade para resolver os problemas que surgirem, o amor em nossos corações, a paciência para ajudar quem precisar e tudo o que o nosso Deus e Pai tem para nós.
“- Quem ouve esses Meus ensinamentos e vive de acordo com eles é como um homem sábio que construiu a sua casa na rocha. Caiu a chuva, vieram as enchentes, e o vento soprou com força contra aquela casa. Porém ela não caiu porque havia sido construída na rocha.
- Quem ouve esses Meus ensinamentos e não vive de acordo com eles é como um homem sem juízo que construiu a sua casa na areia. Caiu a chuva, vieram as enchentes, e o vento soprou com força contra aquela casa. Ela caiu e ficou totalmente destruída.” (MATEUS 7 v. 24-27)

- que não basta ser religioso, temos que ser obedientes a Deus se quisermos chegar ao Reino dos Céus.
E digo a vocês que muita gente vai chegar do Leste e do Oeste e se sentar à mesa no Reino do Céu com Abraão, Isaque e Jacó. Mas as pessoas que deviam estar no Reino serão jogadas fora, na escuridão. Ali vão chorar e ranger os dentes de desespero.” (MATEUS 8 v. 11-12) 

- que muitos de nossos irmãos estão aflitos e abandonados. Assim como naquela época, muitos hoje estão perdidos e desorientados como ovelhas sem pastor. E nós como servos de Cristo Jesus, precisamos ser usados por Ele e com a ajuda de Seus ensinamentos ajudar a resgatar nossos irmãos perdidos e trazê-los para o caminho de volta a Pátria Celestial. Hoje o livro EU SOU QUEM SOU e este site são de grande ajuda para muitas pessoas. E quanto mais vocês, meus irmãos, divulgarem, mais pessoas poderão ser ajudadas por essa obra de Deus.
“Jesus andava visitando todas as cidades e povoados. Ele ensinava nas sinagogas, anunciava a boa notícia sobre o Reino e curava todo tipo de enfermidades e doenças graves das pessoas. Quando Jesus viu a multidão, ficou com muita pena daquela gente porque eles estavam aflitos e abandonados, como ovelhas sem pastor.
Então disse aos discípulos:
- A colheita é grande mesmo, mas os trabalhadores são poucos. Peçam ao dono da plantação que mande mais trabalhadores para fazerem a colheita.” (MATEUS 9 v. 35-38) 

 

 

©2011 ALL RIGHS RESERVED / TODOS OS DIREITOS RESERVADOS