SAMUEL

Conta a história de Samuel, o último dos juízes; Saul, o primeiro rei de Israel; e Davi, o segundo rei.

Samuel ajudava Eli nos trabalhos de adoração a Deus. Se tornou um grande líder que tentava abrir os olhos do povo para que fossem fiéis a Deus. Até que um dia o povo decidiu que queria um rei. E Deus disse que além de rejeitarem a Samuel como líder, também rejeitaram a Deus como rei. E Deus disse exatamente o que o rei faria com o povo, mas eles não quiseram ouvir. Então Deus ungiu Saul como rei. Mas Saul se deixou dominar pela natureza humana, e até construiu um monumento em honra de si mesmo. Então Deus o rejeitou como rei.

Logo depois Deus escolhe Davi para ser rei. Ainda rapaz, sua fé e obediência a Deus o levou a matar Golias, uma das passagens mais conhecidas do Antigo Testamento. Ainda muito jovem já tinha atitude e confiança em Deus, dignas de um grande líder.
“Golias olhou bem para ele e começou a caçoar porque Davi não passava de um rapaz bonito e de boa aparência.
Aí disse a Davi:
- Para que é esse bastão? Você pensa que eu sou algum cachorro?
Em seguida rogou a maldição dos seus deuses sobre Davi e o desafiou, dizendo:
- Venha, que eu darei o seu corpo para as aves e os animais comerem.
Davi respondeu:
- Você vem contra mim com espada, lança e dardo. Mas eu vou contra você em nome do Senhor Todo-Poderoso, o Deus dos exércitos israelitas, que você desafiou. Hoje mesmo o Senhor Deus entregará você nas minhas mãos; eu o vencerei e cortarei a sua cabeça. E darei os corpos dos soldados filisteus para as aves e os animais comerem. Então o mundo inteiro saberá que o povo de Israel tem um Deus, e todos aqui verão que ele não precisa de espadas ou de lanças para salvar o seu povo. Ele é vitorioso na batalha e entregará todos vocês nas nossas mãos.
Daquele dia em diante Saul levou Davi para a sua casa e não deixou que voltasse para a casa do seu pai. Davi saiu-se bem em todos os lugares aonde Saul o enviou. Então Saul o promoveu a comandante do seu exército. E isso agradou a todo o exército, inclusive aos outros oficiais.”
(I SAMUEL 17 v. 42-47 / 18 v. 2 e 5)

Mas com o passar do tempo Saul ficou com inveja de Davi, pois esse era amado por todos por ser um líder corajoso. E então começou a persegui-lo. Mas como Deus estava com Davi, por mais de uma vez ele teve oportunidade de matar Saul, mas não o fez porque o respeitava como um rei que foi ungido por Deus. E por isso, por sua humildade e obediência, tornou-se um rei e um servo amado e protegido por Deus.

Mas Davi cometeu um erro grave diante de Deus: armou a morte de um homem para ficar com sua mulher. Por causa desse erro Davi foi perseguido por seu próprio filho que queria matá-lo. Davi se arrependeu de seu erro e se humilhou diante de Deus para que Ele o perdoasse. E assim Deus perdoou Davi e perdoa hoje com quem comete um erro e se arrepende diante Dele.

Deus fez uma promessa de que enquanto houvesse reinado em Israel, que o rei seria um descendente de Davi.

Leia mais em Textos Bíblicos, I Samuel e II Samuel.

©2011 ALL RIGHS RESERVED / TODOS OS DIREITOS RESERVADOS