SERVO FIEL

Em muitos lugares vemos a frase “Deus é fiel” estampada. E de fato Ele é fiel. E nós? Será que nós somos realmente fiéis a Ele? Porque Deus em Sua imensa bondade sempre cumpre aquilo que promete. Em todo o decorrer dos relatos bíblicos a fidelidade de Deus é sempre demonstrada àqueles que Nele acreditaram e lhe foram fiéis.

O exemplo de Abraão em obedecer a Deus quando Ele disse para deixar sua casa e sua cidade e sair de junto de sua parentela sem saber exatamente para onde estava indo e principalmente de entregar seu filho como sacrifício a Deus, mostra o quanto ele acreditava que Deus honraria sua fé. Para qualquer pessoa um pedido como esse é demais e fora da compreensão humana. Mas pela fé Abraão não negou seu único filho ao Deus Todo-Poderoso que ele acreditava que poderia lhe dar outro filho mesmo sendo tão velho, ou ressuscitar Isaque ou simplesmente impedir que Abraão tivesse mesmo que sacrificar o menino (que foi o que aconteceu). O importante desse exemplo é que Abraão teve fé e foi fazer o que Deus ordenou. E Deus lhe foi fiel, ao ponto de lhe chamar “meu amigo Abraão”.

O que aconteceu nesse relato bíblico é que um homem demonstrou uma fidelidade enorme por Deus, e o Todo-Poderoso lhe demonstrou maior ainda.

Servo fiel é aquele que faz o que o Senhor pede, assim como fez Abraão. O amor fez com que Abraão confiasse no Pai, o Deus Todo-Poderoso. Quando você tem o amor do Pai, em seu coração, ele produz boas ações. É através do amor que você fará a vontade de Deus. Se você não tiver o amor do Pai em seu coração, não terá coragem de fazer o que Ele pedir. Por exemplo: se você têm dois carros teria coragem de vender um para ajudar teu irmão necessitado? Se você têm duas casas daria uma para teu irmão desabrigado? Se você têm só um pedaço de pão teria coragem de repartir com teu irmão faminto?
Muitos não têm essa coragem, porque não têm amor em seus corações: são pessoas apegadas ao que têm, dão mais valor ao que possuem do que ao Pai, o Deus Todo-Poderoso. Por isso nunca irão fazer a vontade do Pai, que é amar os seus irmãos.

“Amem uns aos outros com o amor de irmãos em Cristo e se esforcem para tratar uns aos outros com respeito. Trabalhem com entusiasmo e não sejam preguiçosos. Sirvam o Senhor com o coração cheio de fervor. Que a esperança que vocês têm os mantenha alegres; agüentem com paciência os sofrimentos e orem sempre. Repartam com os irmãos necessitados o que vocês têm e recebam os estrangeiros nas suas casas.” (ROMANOS 12 v. 10-13)

Hoje são poucos os que têm o amor do Pai em seus corações e que estão sempre prontos a ajudar seu irmão (seu próximo).

Hoje nesse texto o Espírito Santo vem ensinar a nós sermos servos fiéis. Temos que aprender o que é servir a Deus e ao próximo e o que é ser fiel ao Pai, Todo-Poderoso que está sempre atento em ajudar Seus filhos e que não desiste nem vira as costas para aqueles que lhe são fiéis.

Ser fiel é assumir um compromisso e ter atitude para cumpri-lo. Então, quando assumimos um compromisso com Deus, nossa vida é transformada: tudo de ruim é afastado pelo Todo-Poderoso e aquilo que nos faz bem é trazido para nós.

Quando nos entregamos ao Deus e Pai e fazemos o possível para agradá-lo, Ele nos recompensa com aquilo que será bom para nós. Nosso Pai, o Deus Todo-Poderoso, que ver Seus filhos felizes e vivendo bem nesta terra, sendo protegidos e cuidados por Ele, mas para isso precisamos ser fiéis.

O servo que tem os ensinamentos de Deus gravados no coração, não será derrotado pelo inimigo. Por isso as Escrituras Sagradas nos ensinam que não podemos ser guiados pela nossa natureza humana, porque nos momentos de lutas e tentações quem pode te ajudar a vencer o inimigo é o Espírito Santo de Deus.

Muitos dizem serem servos de Deus, mas mostram através das suas más ações que não são fiéis a Ele, pois não obedecem aos Seus ensinamentos: são pessoas orgulhosas, julgadoras, fofoqueiras, cobiçosas, mentirosas, invejosas, que não têm respeito nem amor pelo próximo.

Aos que estão fazendo parte de alguma denominação, digo o seguinte: você pensa que servo fiel é aquele que não falta a um culto, dá o dízimo, ofertas e evangeliza? Estão enganados!

Servo fiel e obediente é aquele que serve por amor, e não aquele que serve por obrigação, ou por interesse. Pois muitos estão servindo por interesse em comprar a casa própria, o carro, em ficar curado, em ser empresário. São pessoas que nunca leram a Bíblia por inteiro, pois se conhecessem a Palavra de Deus, não acreditariam nessas propagandas mentirosas.

Tem pessoas que não são da igreja, mas fazem o bem, servem ao próximo, pois têm amor e respeito por Deus e por seus irmãos. Pessoas que dão a vida indo cuidar dos feridos nas guerras, cuidando dos famintos, dos doentes infectados, cuidam das pessoas da melhor forma que podem... essas são as pessoas que fazem a diferença, que fazem o que Deus ensina.
“Jesus continuou:
- E o que é que vocês acham disto? Certo homem tinha dois filhos. Ele foi falar com o mais velho e disse: ‘Filho, hoje você vai trabalhar na minha plantação de uvas.’
- Ele respondeu: ‘Eu não quero ir.’ Mas depois mudou de idéia e foi.
- O pai foi e deu ao outro filho a mesma ordem. E este disse: ‘Sim, senhor.’ Mas depois não foi.
- Qual deles fez o que o pai queria? - perguntou Jesus. E eles responderam:
- O filho mais velho.
Então Jesus disse a eles:
- Eu afirmo a vocês que isto é verdade: os cobradores de impostos e as prostitutas estão entrando no Reino de Deus antes de vocês.”  (MATEUS 21 v. 28-32)

Então se você vai a igreja, mas não faz a vontade de Deus, não está alcançando a salvação. Mas aquele que faz a vontade de Deus sem conhecê-lo bem ou que não tem uma religião, esse sim, será digno de ser salvo e reconhecido como servo fiel.

Muitas pessoas dizem que não querem saber de servir a Deus, por causa de maus exemplos de servos infiéis e desobedientes. Isso é uma desculpa, pois aquele que quer servir ao Pai, o Deus Todo-Poderoso não precisa ter uma religião, precisa se espelhar no mais fiel de todos os servos do nosso Deus que foi Jesus Cristo, que por meio de Sua obediência salvou a todos nós. Pois se hoje podemos chamar o Deus Eterno de Pai e termos aproximação com Seu Santo Espírito, é porque Jesus cumpriu a Sua missão como o Cordeiro de Deus.
“Pois vocês sabem o preço que foi pago para livrá-los da vida inútil que herdaram dos seus antepassados. Esse preço não foi uma coisa que perde o seu valor como o ouro ou a prata. Vocês foram libertados pelo precioso sangue de Cristo, que era como um cordeiro sem defeito nem mancha.” (I PEDRO 1 v. 18-19)

Como um irmão, um grande amigo, Jesus Cristo, o filho de Deus, passou por esta terra com a humildade de um servo e ensinou sobre servir aos Seus discípulos e a nós hoje que temos o objetivo de voltar ao Reino de Deus, “pois foi para isso que Ele os chamou. O próprio Cristo sofreu por vocês e deixou o exemplo, para que sigam os Seus passos. Ele não cometeu nenhum pecado, e nunca disse uma só mentira. Quando foi insultado, não respondeu com insultos. Quando sofreu, não ameaçou, mas pôs a Sua esperança em Deus, o justo Juiz. O próprio Cristo levou os nossos pecados no Seu corpo sobre a cruz a fim de que morrêssemos para o pecado e vivêssemos uma vida correta. Por meio dos ferimentos Dele vocês foram curados. Vocês eram como ovelhas que haviam perdido o caminho, mas agora foram trazidos de volta para seguir o Pastor, que cuida da vida espiritual de vocês.”
(I PEDRO 2 v. 21-25)

Jesus disse: “Entre vocês, o mais importante é aquele que serve os outros. Quem se engrandece será humilhado, mas quem se humilha será engrandecido. Quem quiser ser importante, que sirva os outros, e quem quiser ser o primeiro, que seja o escravo de todos. Porque até o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a Sua vida para salvar muita gente.”
(MATEUS 23 v. 11-12 / MARCOS 10 v. 43b-45)

Servir é você colocar a disposição tudo o que você tem para fazer o bem ao próximo, seja suas habilidades, seu dinheiro, seu conhecimento, sua paciência, suas experiências, seu amor...

Servir é amar seu irmão (seu próximo), pois quem ama seu irmão, não julga nem discrimina o outro, por causa de religião, condições financeiras, cor e opção sexual. No amor há bondade, respeito, misericórdia, paciência, satisfação, confiança, compreensão e perdão.

“Quem diz que vive na luz e odeia o seu irmão está na escuridão até agora. Quem ama o seu irmão vive na luz, e não há nessa pessoa nada que leve alguém a pecar. Mas quem odeia o seu irmão está na escuridão, anda nela e não sabe para onde está indo, porque a escuridão não deixa que essa pessoa enxergue.” (I JOÃO 2 v. 9-11)

Quem serve recebe o Espírito Santo de Deus em sua vida e em seu coração. E o Espírito Santo dá a você tudo o que é bom: paz de espírito, amor, paciência, alegria, segurança, saúde ao seu corpo, disposição e ânimo para a vida. Por isso no Reino dos Céus uns servem aos outros: porque servir faz bem a quem dá e a quem recebe.

Então assim deve ser em uma família, uma igreja, uma empresa, uma cidade, um país... todos devem servir, devem ajudar. Desde criança o povo deveria aprender a ser prestativo, humilde, gentil.

Como servos fiéis devemos amar a todos, mas não podemos praticar nem participar das coisas erradas que as pessoas fazem. Nosso dever como servos de um Pai amoroso, de um Deus misericordioso, é de amar os nossos irmãos e ter misericórdia de cada um, independente da cor, da religião, da condição financeira e da opção sexual. Pois foi assim que nos amou e deu Sua vida para salvar a todos, o maior e mais fiel de todos os servos, nosso Senhor Jesus Cristo.
“Ninguém tem mais amor pelos seus amigos do que aquele que dá a sua vida por eles. Vocês são Meus amigos se fazem o que Eu mando. Eu não chamo mais vocês de empregados, pois o empregado não sabe o que o seu patrão faz; mas chamo vocês de amigos, pois tenho dito a vocês tudo o que ouvi do Meu Pai. Não foram vocês que Me escolheram; pelo contrário, fui Eu que os escolhi para que vão e dêem fruto e que esse fruto não se perca. Isso a fim de que o Pai lhes dê tudo o que pedirem em Meu nome. O que Eu mando a vocês é isto: amem uns aos outros.” (JOÃO 15 v. 13-17)

Nosso Senhor Jesus Cristo não se deixou levar pela natureza humana pecadora, má, egoísta, cobiçosa, orgulhosa, invejosa e odiosa. Por isso Ele rejeitou as ofertas de satanás.

A cobiça é um tipo de idolatria que leva o ser humano a se afastar do Pai, o Deus Todo-Poderoso, e quando o ser humano se afasta do Pai, os demônios tomam conta da sua mente e do seu coração.

O inimigo de nossas almas usa tudo aquilo que podemos ver e cobiçar para nos afastar do nosso Deus e Pai. Cabe a você, meu irmão, orar e pedir ao Pai, que afaste de você tudo aquilo que te faz mal, aquilo que te afasta Dele, aquilo que de alguma maneira te escraviza.

Jesus disse que devemos nascer de novo para que o nosso ser seja limpo de toda sujeira e coisas inúteis que aprendemos neste mundo para que a luz do Espírito Santo possa abrilhantar nosso ser. Aonde nós chegarmos temos que ser percebidos como servos de Deus. A luz da humildade e da confiança em Deus deve ser percebida em nossas palavras e atitudes.
“Vocês são a luz para o mundo. Não se pode esconder uma cidade construída sobre um monte. Assim também a luz de vocês deve brilhar para que os outros vejam as coisas boas que vocês fazem e louvem o Pai de vocês, que está no céu.” (MATEUS 5 v. 16)

Mas só poderemos ser luz se de fato servirmos a Deus e ao nosso próximo.

Meus irmãos, a vida que este mundo oferece é ilusão. E a Bíblia diz que ou você serve a Deus ou serve aos demônios, e essa é uma verdade que Deus quer que vocês saibam. Servimos a Deus quando fazemos o que é bom, o que vai ajudar nosso próximo.

Servimos aos demônios quando somos egoístas, quando fazemos fofoca dos outros, quando damos más respostas aos outros, quando vivemos paixões que nos maltratam e maltratam os outros, quando deixamos a bebida e as farras nos escravizarem, quando adquirimos coisas à custa do sofrimento dos outros...

É na leitura da Bíblia que encontramos os ensinamentos e alertas para nos tornarmos servos fiéis ao Pai, Deus Todo-Poderoso, pois lendo a Bíblia, que é a Palavra Viva do Senhor aprendemos que:

- O servo fiel vive abundantemente porque não cobiça as coisas desse mundo: ele fica satisfeito com o que o Senhor lhe der.
“Feliz aquele que teme a Deus, o Senhor, e vive de acordo com a Sua vontade! Se você for assim, ganhará o suficiente para viver, será feliz, e tudo dará certo para você.” (SALMO 128 v. 1-2)
São poucos os servos que vivem felizes com o que têm, a maioria vive sempre querendo mais, por isso não são felizes. Não devemos querer nada desse mundo, pois nosso querer só nos traz maldições que nos afastam de Deus. Devemos querer o que o nosso Pai, o Deus Todo-Poderoso quer nos dar: a salvação de nossa alma.
Somos crianças diante do Pai, o Deus Todo-Poderoso, por isso temos que obedecê-lo. Ele vê o que o inimigo está armando na escuridão para nós, mas nós como crianças, não enxergamos, por isso caímos nas armadilhas. O nosso ser deve ser preenchido com a vontade e ensinamentos de Deus, porque dessa forma não teremos lutas e dificuldades para seguir o caminho de Deus.
“De onde vêm as lutas e as brigas entre vocês? Elas vêm dos maus desejos que estão sempre lutando dentro de vocês. Vocês querem muitas coisas; mas, como não podem tê-las, estão prontos até para matar a fim de consegui-las. Vocês as desejam ardentemente; mas, como não conseguem possuí-las, brigam e lutam. Não conseguem o que querem porque não pedem a Deus. E, quando pedem, não recebem porque os seus motivos são maus. Vocês pedem coisas a fim de usá-las para os seus próprios prazeres.” (TIAGO 4 v. 1-3)

- O servo fiel é humilde porque ele sabe que: “O Senhor detesta todos os orgulhosos; eles não escaparão do castigo, de jeito nenhum.” (PROVÉRBIOS 16 v. 5)

- O servo fiel tem o brilho do Espírito Santo em seu rosto, pois tem um contato muito forte com Deus, e por isso a presença gloriosa do Pai é vista no seu semblante.

- O servo fiel é sábio, porque ele aprendeu a temer ao Senhor.
“Para ser sábio, é preciso primeiro temer a Deus, o Senhor. Se você conhece o Deus Santo, então você tem compreensão das coisas.” (PROVÉRBIOS 9 v. 10)

- O servo fiel não se preocupa com nada, porque ele sabe que: “aqueles que confiam em Deus, o Senhor, são como o monte Sião, que não pode ser abalado, mas continua sempre firme.” (SALMO 125 v. 1)

- O servo fiel tem cuidado com o que fala, porque ele sabe que: “quem toma cuidado com o que diz está protegendo a sua própria vida, mas quem fala demais destrói a si mesmo. Nunca fale mentiras, nem diga palavras perversas. O Senhor Deus detesta os mentirosos, porém ama os que dizem a verdade.” (PROVÉRBIOS 13 v. 3 / 4 v. 24 / 12 v. 22)

Se você deseja de coração ser um servo fiel, você precisa aprender com o Espírito Santo, pois Ele vai te orientar na leitura da Bíblia, vai te mostrar seus erros e te corrigir, vai abrir seus olhos e mostrar as armações que os demônios estão preparando para você.

Nós como servos fiéis temos que ser pacíficos, calmos, humildes...
“Que todos vocês tenham o mesmo modo de pensar e de sentir. Amem uns aos outros e sejam educados e humildes uns com os outros. Não paguem mal com mal, nem ofensa com ofensa. Pelo contrário, paguem a ofensa com uma bênção porque, quando Deus os chamou, Ele prometeu dar uma bênção a vocês. Como dizem as Escrituras Sagradas: ‘Quem quiser gozar a vida e ter dias felizes não fale coisas más e não conte mentiras. Afaste-se do mal e faça o bem; procure a paz e faça tudo para alcançá-la. Pois o Senhor olha com atenção as pessoas honestas e ouve os seus pedidos, porém é contra os que fazem o mal.’
Se, de fato, vocês quiserem fazer o bem, quem lhes fará o mal?
Não se enganem; não sejam apenas ouvintes dessa mensagem, mas a ponham em prática. Porque aquele que ouve a mensagem e não a põe em prática é como uma pessoa que olha no espelho e vê como é. Dá uma boa olhada, depois vai embora e logo esquece a sua aparência. O evangelho é a lei perfeita que dá liberdade às pessoas. Se alguém examina bem essa lei e não a esquece, mas a põe em prática, Deus vai abençoar tudo o que essa pessoa fizer.
Alguém está pensando que é religioso? Se não souber controlar a língua, a sua religião não vale nada, e ele está enganando a si mesmo. Para Deus, o Pai, a religião pura e verdadeira é esta: ajudar os órfãos e as viúvas nas suas aflições e não se manchar com as coisas más deste mundo.” (I PEDRO 3 v. 8-13 / TIAGO 1 v. 22-27)

No que depender de nossas ações devemos sempre apaziguar as coisas e não atiçar brigas ou discussões.

Nossas palavras, nosso olhar, nossas ações, a expressão de nosso rosto devem ser diferenciados, sempre transmitindo alegria, coisas boas. Somos a imagem e semelhança de Deus e como Seus servos temos que ser como Ele: justos e misericordiosos.

A fidelidade e o amor a Deus produz em nós Seus servos tudo o que há de bom:
- a segurança, mesmo em meio a tantas crises, tantos conflitos pelo mundo;
- o descanso espiritual, mesmo com todo o estresse e correria das pessoas;
- a saúde, em meio a tantas doenças que não podemos controlar e pouco nos defender;
- a abundância, em meio ao consumismo desnecessário, pois Ele nos ensina a ter controle e faz render tudo aquilo que nós temos;
- e a proteção, num mundo onde a violência ultrapassou os limites.

Em tudo e em todos os momentos Deus se faz presente em nossas vidas e sempre honra nossa fé e fidelidade.

Sirvam ao Pai, o Deus Todo-Poderoso com amor, sejam fiéis, para que possam voltar a Pátria Celestial.

Leia também no livro EU SOU QUEM SOU os capítulos A VIDA DIRIGIDA PELO ESPÍRITO SANTO e COMO AJUDAR SEUS IRMÃOS

©2011 ALL RIGHS RESERVED / TODOS OS DIREITOS RESERVADOS