VIDA A DOIS

Por que os casamentos não estão dando certo? Porque não há amor. Só  paixão e atração sexual.

Quando duas pessoas se amam, elas cuidam uma da outra, se respeitam, se entregam, se compreendem, vivem unidas e nada abala essa união.

Hoje vemos casais se desunindo por bobagens, por ciúmes, se maltratando por falta de amor em seus corações.

A paixão gera ciúme, discórdia, desconfiança, ódio, raiva, vingança, violência. As pessoas apaixonadas acham que têm direito sobre a outra, que a outra lhe pertence; ficam tão alucinadas e fora de si que só pensam em destruir o outro se houver uma separação. E o que mais vemos são pessoas com esses tipos de sentimentos malignos.

O casamento é uma união abençoada por Deus quando você o consulta antes de tomar essa decisão, perguntando se essa é a pessoa certa. Pode ter certeza que Ele vai te mostrar quem realmente é a pessoa que você deseja se casar. Mas, muitos não acreditam que Deus pode resolver tudo em suas vidas até mesmo com relação ao casamento: com quem se casar, como manter um casamento, como cuidar dos filhos. Alguns casais apenas comunicam a Deus que vão se casar, e por isso não ouvem a orientação de Deus.  

E isso acontece também com o povo que está na igreja, pois prefere acreditar em conselhos de seres humanos, assistir palestras para casais, fazer terapias para melhorar o relacionamento, em vez de acreditar e obedecer ao Deus Todo-Poderoso. Isso acontece porque não confiam e não acreditam em Deus: dizem que o amam e que o servem, mas é da boca para fora. A prova disso são os casais crentes que vivem um mau casamento: não se entendem, não compreendem o outro, têm raiva um do outro, são infelizes e vivem de aparências. A mulher se diz submissa e o homem se diz compreensivo e amoroso, mas na verdade não são assim. Vocês agem como se não conhecessem a Deus. Não o incluem em suas vidas, apenas vão à igreja e se dizem servos de Deus.

Prestem atenção: tanto os casais crentes como os não-crentes se quiserem ter um bom casamento, devem buscar a orientação de Deus para ter uma vida a dois de amor e respeito. Todos devem ler a Bíblia e colocar em prática os ensinamentos do Senhor Jesus. Você que não freqüenta uma igreja peça a Deus em sua casa, busque a presença do Senhor e entregue seu casamento e sua vida a Ele. E vocês que vão à igreja procurem se aproximar de Deus.

Deus deve estar em primeiro lugar em suas vidas. O amor e a união entre o casal farão com que possam resolver os problemas juntos e assim poderão cuidar bem de seus filhos. Quando os filhos passam a ser o centro das atenções e da dedicação, a relação do casal fica enfraquecida, pois ambos se dedicam aos filhos. Por isso no casamento deve ser primeiramente Deus, depois o casal e depois os filhos.

No casamento cada um tem sua função: o homem trabalha para sustentar a casa e cuidar bem da sua família e a mulher cuida da casa, não somente dos afazeres domésticos, mas vigiando, orando e pedindo a Deus para que a presença Dele esteja sempre naquele lar e que ela esteja bem para cuidar dos filhos e do marido.

A esposa deve se dedicar ao marido, se arrumar, tratá-lo com amor e recebê-lo bem quando chegar do trabalho. O marido deve esquecer as preocupações de seu dia e procurar chegar em casa, tratar sua esposa com carinho e descansar ao lado dela. Mas as pessoas acham que com a vida agitada de hoje isso não é possível. Ninguém se esforça para cuidar do outro, por isso os casamentos estão enfraquecidos, maltratados e se desfazendo.

Muitas pessoas se conhecem, se gostam, cuidam bem um do outro e acabam se casando. Mas depois do casamento essas pessoas que conseguiram o que tanto desejavam (ter um relacionamento) começam a desejar outras coisas (bens materiais, viagens, condições financeiras, promoções no trabalho...) e se esquecem de cuidar do sentimento que têm um pelo outro.     Se no namoro há dedicação para agradar, colocando uma roupa bonita, um perfume, ter cuidados com a pessoa, no casamento não pode ser diferente. O amor, a dedicação e o cuidado devem ser ainda maiores.

O amor é uma semente plantada por Deus no nosso coração: se você rega, poda, se dedica a cuidar dessa semente, ela vai crescer bonita, forte e dará bons frutos. Mas se você deixar a semente de lado para cuidar de sua vida, esquecendo de regar, de podar e de proteger, essa semente certamente morrerá.

Assim é o amor no casamento: se você se dedica a cuidar desse sentimento, ele crescerá forte e dará bons frutos. Mas se você deixar de cuidar por causa de desejos individuais, egoísmo e problemas do dia-a-dia, ele morrerá. E então você terá frutos ruins, como por exemplo, filhos desobedientes criados sem amor.         

Hoje quando as pessoas pensam em se casar dizem: “Se não der certo, separa.” As mulheres já vão “armadas” contra os homens: pensam em ter seus empregos para não depender do marido. Uma união assim pode dar certo? Quem pensa desse jeito é melhor ficar solteiro, pois não está pronto para uma vida a dois. Se você não acredita que seu futuro marido cuidará de você com amor te dando o que você precisa, por que você vai se casar? Onde não existe confiança, não existe amor.             

Muitas brigas começam por esse motivo: um achar que é superior ao outro. O casamento não é uma competição e sim uma união onde deve haver limites e respeito para ambas as partes. A mulher deve amar e respeitar seu marido assim como o marido deve amar e respeitar sua mulher. O casal deve viver bem, sem brigas e discussões tolas. É preciso haver compreensão: quando um estiver passando por um momento difícil, deve contar ao outro, dividir sua vida com a pessoa amada e os dois orarem e pedirem a Deus que os ajude, pois assim Deus trará solução para os seus problemas.        

A maioria dos casais vive sem amor, vive uma vida miserável, desunidos, sem respeito: é um ofendendo o outro. O sexo é feito só pelo desejo da carne. Se um casal desses tem ou pensa em ter filho, o que podem passar de bom para essa criança? Nada! Por isso está na hora de acordar e enxergar o tipo de vida conjugal que você está vivendo.

Outro motivo de briga é a respeito dos filhos. Quando um corrige, o outro “passa a mão na cabeça”: se o pai coloca o filho de castigo, a mãe tira e vice-versa. Um tira a autoridade do outro. Qualquer problema a respeito dos filhos, seja correção, seja ensinamentos ou educação (curso, escola, faculdade...) os dois devem sentar e conversar, pedir a orientação de Deus para chegar a uma conclusão em que ambos concordem. Vocês devem ser unidos para que em conjunto e com a ajuda de Deus possam criar seus filhos da melhor forma possível. Pais unidos e felizes passam amor, segurança, tranqüilidade e paz para seus filhos.

O ser humano é facilmente enganado pelos maus desejos da natureza humana (beleza física, uma boa condição financeira e paixões). A moça quando vê um rapaz bonito, acha que vai ser feliz se casar com ele. E com o rapaz acontece a mesma coisa quando vê uma moça bonita. Beleza, condição financeira e paixão não sustentam um casamento. Pois o casamento para dar certo, onde as pessoas vivam bem, precisa ter base no amor. Porque só o amor supera qualquer problema e te dá alegria de viver. O amor tem esse poder porque vem de Deus. E só Deus pode ensinar o ser humano a amar e a viver bem.

O amor entre o casal permite que eles conversem sobre seu relacionamento, analisando o que está certo e o que está errado; permite que perdoem e admitam quando estão errados; não deixa que briguem por tolices, que tenham ciúmes e desconfianças tolas.

Quem ama cuida, quem ama respeita, quem ama admite seus erros. Quando você ama tem o prazer de cuidar e de estar ao lado da pessoa amada.

Num casamento não pode existir a palavra eu, deve ser sempre usada a palavra nós. Isso quer dizer que são duas pessoas vivendo juntas. Tudo que desejar para você, faça pelo outro também: se gosta de ouvir “eu te amo”, diga também; se gosta de ser tratado com carinho e respeito, trate o outro desse jeito; se quer ser compreendido e amado, compreenda e ame. Peça a Deus que te ensine a amar, respeitar, perdoar, ser carinhoso e compreensivo.

Se num casamento os dois se amam, com certeza vão saber passar por qualquer situação, pois os dois vão se ajudar. Onde existe amor, há união, respeito, compreensão, carinho, paciência e bondade. Tudo isso vem de Deus!

Casamento é algo muito sério. Você precisa pensar muito bem antes de tomar essa decisão.

Existem vários motivos para uma pessoa tomar a decisão de se casar. Uns se casam porque se apressaram e acabaram arrumando uma gravidez indesejada; outros ficam assustados ao chegar a certa idade e não terem casado e com medo do que as pessoas vão dizer ou pensar, correm atrás de qualquer pessoa para se casar. Existem aqueles que morrem de medo da solidão e outros que vêem o casamento como algo que todos devem fazer. Mas aqueles que se casam com amor e com a autorização de Deus, são poucos. O ser humano é muito apressado e por isso erra o caminho. O casal unido por Deus respeita e obedece ao Senhor e faz tudo que Ele ensina por amor ao Pai. O casal unido por Deus aprende a se entregar um ao outro, assim como Jesus se entregou ao Pai por nós.

Uma serva conversando com outra perguntou:
-Irmã, você é feliz em seu casamento?
A irmã respondeu:
-Sou muito feliz porque eu e meu esposo não escondemos nada um do outro. Quando algo vai mal, nós oramos e levamos a Deus nossos problemas e Ele nos ensina como resolvê-los. Tenho toda liberdade de dizer o que sinto. Só temos relações sexuais se os dois estiverem bem. Deus nos ensinou a não esconder nada um do outro.

Um dia eu acordei aborrecida sem motivo e meu marido veio me cumprimentar. Mas eu não respondi e ainda fiquei com raiva dele. Todo dia antes dele sair para o trabalho nós oramos juntos e na hora que fomos orar eu disse: “Eu fiquei com raiva só porque você me deu ‘bom dia’”. Aí pedi que ele fizesse uma oração e saí dali bem melhor. Se nós não fizéssemos o que Deus nos ensinou, eu iria passar o dia inteiro aborrecida sem motivo e satanás ficaria alojado em meu coração. Mas Deus nos ensinou que quando aparecer qualquer sentimento maligno dentro de nós, temos que colocar para fora, trazendo para luz, conversando um com o outro.

Somos casados há dezesseis anos. Além de sermos marido e mulher somos irmãos em Cristo. Deus sempre nos ensinou como ter um casamento bem resolvido: o que se passa no meu coração eu conto para o meu marido e ele faz o mesmo e aí levamos tudo a Deus. Temos Deus como nosso Pai.

O Senhor nos ensinou que o inimigo traz insatisfação, desejos sexuais por outras pessoas, ansiedade, tristeza, desânimo, irritação, por isso temos que estar sempre vigilantes para que o inimigo não roube o que Deus coloca dentro do nosso coração: o amor, a paciência, a misericórdia, a compreensão, a alegria, a satisfação, o carinho e o respeito que devemos ter um pelo outro. Se satanás conseguir roubar esses sentimentos bons trará a desunião para o casal, por isso trazemos tudo para luz, contando um para o outro o que está se passando dentro de nós. 

Depois de ouvir tudo, a irmã disse:
- Eu queria que fosse assim comigo.
A outra disse:
-Mas o seu marido a trata tão bem. Vocês são o casal mais bem visto da igreja!
- Isso é só aparência. Ele nunca perguntou se sou feliz. Na hora das relações sexuais eu tenho que estar sempre disposta. E se eu disser que não estou bem, ele fica aborrecido.

Muitos estão dentro das igrejas, mas não conhecem o Pai, o Deus Todo-Poderoso e não sabem o que é o amor. Aquele que conhece a Deus sabe como cuidar do outro porque Ele ensina.

Devemos lembrar que somos filhos de Deus e precisamos ser como Ele: devemos amar uns aos outros como Ele ama. Veja seu companheiro (a) como um ser humano que precisa ser amado, respeitado e compreendido, assim como você. Como é que você pode afirmar que ama a Deus se não ama a pessoa que está ao seu lado?

Deus sabe da sua situação e do que você precisa para ser feliz. Acredite: seu Pai, o Deus Todo-Poderoso, quer sua felicidade! Se você está se sentindo só, carente, desanimado, vá agora falar com Deus, diga a Ele o que sente; ponha a sua mão no coração e ore dizendo o que realmente está sentindo (solidão, angústia, tristeza, desejos sexuais). Seja o que for, conte para Deus. Saiba esperar e Ele responderá sua oração.

Preste atenção no testemunho dessa jovem:

“Eu sempre pedi a Deus para que me desse um marido e que eu fosse feliz. Mas nunca encontrei alguém para me casar. Eu perguntei a Deus o porquê de ainda não ter me casado, pois eu já tinha idade, já sabia cuidar de uma casa, cozinhar e desejava muito ter um marido. E Deus me respondeu que não é só isso que uma pessoa precisa para se casar e ser feliz. Ele me falou que o amor é mais importante que tudo e que eu soubesse esperar e tivesse paciência, pois só Ele sabe se um casamento seria bom para mim e quem seria a pessoa certa.
Eu, como todo ser humano, ficava impaciente e insatisfeita com Deus. Então, Ele me disse que eu não era capaz de ter um casamento, porque eu era malcriada, teimosa, impaciente e tudo tinha que ser feito como eu queria. E disse ainda que Ele não me daria uma pessoa de bom coração, porque por eu ser daquele jeito, acabaria magoando essa pessoa. O máximo que eu poderia arrumar seria alguém igual a mim.
Todas as vezes que eu procurava alguém, só sentia paixão e sempre tinha relacionamentos cheios de brigas. Por isso decidi ouvir a Deus. Admiti todos os meus defeitos, meus erros e pedi perdão a Ele por ter passado tanto tempo para enxergar que Ele só queria me ajudar e me ver feliz.
Depois de muito tempo e de muita luta para vencer o mal que dominava meu coração e me fazia ter todos aqueles defeitos, finalmente eu reconheci que Deus sabe de todas as coisas.
Hoje em minhas orações peço para ter amor em meu coração e não importa o que aconteça, peço que Ele dirija minha vida e me ajude a ser feliz.”

Outro motivo para os casamentos não darem certo é que as pessoas só enxergam o defeito do outro, não têm paciência para conversar e sempre põem a culpa no outro. As pessoas devem reconhecer que também têm defeitos e por isso precisam respeitar o outro; se desejam ser bem tratadas, também devem tratar o outro bem. Por isso todo ser humano precisa da orientação de Deus, pois Deus nos mostra quem realmente somos e quando estamos agindo mal com as pessoas.

Um casamento pode não dar certo por vários motivos:

- brigas: Por que acontecem as brigas? Porque onde não existe amor, o ciúme, o egoísmo, a avareza, a irritação, a infidelidade tomam conta do coração do ser humano.

Na vida a dois, você não pode pensar só em você, pois existe alguém ao seu lado que deve ser respeitado.

Tanto o homem como a mulher gosta de coisas diferentes. Para que você possa fazer o que gosta depois de casado, primeiro você tem que pensar no outro. Os dois sempre devem estar de acordo para não haver discórdia. Coloque-se no lugar de sua esposa ou do seu esposo e veja qual seria seu comportamento diante da situação.

O homem trabalha a semana toda. Chega o fim de semana, sai para jogar futebol com os amigos. Se esquece da mulher, não lhe faz nenhum agrado, não leva para passear e ainda fica aborrecido quando a mulher cobra um pouco de atenção. Se fosse sua esposa que agisse assim com você, como você iria se sentir?

Outros têm o costume de sair do trabalho e ficar até mais tarde bebendo com os amigos. E quando chega em casa quer que sua mulher o receba bem. Se coloque no lugar dela e veja como se sentiria.

Quem tem esse tipo de comportamento são pessoas egoístas que só pensam em si mesmas, não fazem nada pelo outro e ainda querem ser bem tratadas.

Tem mulheres que gostam de viver na casa da vizinha: passa o dia inteiro na casa dos outros, fica no portão falando da vida alheia ou enche sua casa de gente. Esquecem dos afazeres de casa, de cuidar dos filhos, de fazer a comida. Quando o marido chega em casa, encontra tudo bagunçado, as crianças sem banho e a mulher fora de casa. Ou não tem privacidade nem a atenção da mulher, pois tem sempre alguém lá. E existem aquelas que são viciadas em novelas. O marido chega em casa e ela não dá atenção. Se ele pede alguma coisa (pôr a comida, uma toalha, uma roupa...) ela fica brava e quando faz, é com má vontade. E se o homem chama sua atenção, ela ainda acha ruim. Se coloque no lugar do seu esposo: você ficaria satisfeita em encontrar a casa suja e seus filhos largados?

Outras mulheres mandam nos maridos, chamam a atenção deles na frente dos outros, xingam, tiram a autoridade deles diante dos filhos e ainda acham que estão certas. Se seu esposo fizesse isso com você, você iria gostar? Então o que você não quer que façam com você, não faça com os outros.

A pessoa egoísta não se preocupa com o que a outra vai sentir. Mas no casamento é preciso pensar sempre no outro.

- avareza: É difícil lidar com uma pessoa avarenta (pão-dura). Ela deixa de comer bem ou de se vestir melhor, para guardar dinheiro. Você não pode agir dessa forma. Você tem que lembrar que existem pessoas que dependem de você. Se sua mulher não trabalha fora, você precisa dar dinheiro a ela para comprar roupas, calçados e outras coisas que ela precisa. Mas o homem avarento acha que a mulher não precisa dessas coisas. O dinheiro não deve ser desperdiçado, mas deve ser usado para o bem-estar e  alegria da família.

- irritação: Muitos homens trazem as preocupações e o estresse de seu trabalho para casa e muitas vezes descontam seus problemas em seus familiares. Deus nos ensina que devemos saber separar as coisas para não magoarmos as pessoas que não têm nada a ver com os nossos problemas. Por isso procure buscar a Deus, com orações em pensamento quando estiver voltando para casa. Peça a Ele para te acalmar e libertar do mal para que você e sua família fiquem bem.

Tem mulher que se aborrece por coisas sem valor: com o chão da casa sujo, se alguém entrar dentro de casa calçado faz escândalo e fica logo estressada; objetos fora do lugar; toalha molhada em cima da cama, pasta de dente sem a tampa, a tampa do vaso levantada etc. Isso acontece com pessoas que não têm amor.

Quem ama vê que tudo isso é bobagem. Quem ama vive bem. Quem não ama vive estressada, irritada, preocupada, revoltada e por isso dá importância a essas bobagens. Você pode falar tudo que te desagrada com seu esposo, mas com educação e não deixar que essas bobagens tragam estresse e raiva, para não dar oportunidade ao diabo de te tentar.

Irmãs abram seus olhos, isso não é vida para ninguém. O que é mais importante: o chão de sua casa ou o amor entre você e sua família? Deus não se agrada daqueles que dão prioridade a coisas sem valor e deixam de valorizar o ser humano.

Deixe de lado as preocupações, a irritação, o estresse que impedem você de viver e aprender a apreciar o que é mais importante: o amor em família.

- infidelidade: O adultério tem destruído muitos lares, pois tem sido uma tentação muito grande tanto para o homem quanto para a mulher. Por causa da falta de amor no coração, as pessoas ficam carentes, vulneráveis e acabam se apaixonando facilmente.

Irmão, satanás sabe como te enganar, pois conhece a sua natureza humana e conhece suas fraquezas. Para não cair nessa armadilha você precisa se firmar em Deus, tomar cuidado com o orgulho e com sua língua. Vocês têm o mau costume de julgar os outros quando caem nessa armadilha. Uns chegam a dizer com orgulho que nunca fariam uma coisa dessas. Lembre-se: nunca diga que desse pão não comerei nem dessa água não beberei, pois você vai comer do pão e beber da água. É lei de Deus.        

Se você estiver passando por uma crise conjugal, ore e peça a Deus solução para o seu problema. Faça isso com fé e insista que Ele trará a solução. Não deixe sua natureza humana te levar a traição, pois é uma viagem sem volta.

Fale sempre a verdade: se o sentimento acabou, converse com o outro e procure uma solução com Deus, pois o adultério traz a desgraça para o lar. Se você caiu nessa armadilha seja humilde e peça perdão a Deus e a seu (a) companheiro (a). Pois se esse erro for descoberto de outra forma será ainda pior. Não pode haver mentiras no casamento.

A infidelidade não é só sair com outra pessoa. É não cumprir a palavra, não cumprir quando diz que vai mudar a maneira de agir. Tanto o marido como a mulher também está sendo infiel quando tira a autoridade do outro sobre os filhos.

Lembre-se que quem dá também precisa receber, senão haverá o desequilíbrio. Se um só valoriza a relação vai chegar a hora que ele se cansará. Seja sempre fiel nas palavras e nas atitudes. “Que o casamento seja respeitado por todos, e que os maridos e as esposas sejam fiéis um ao outro. Deus julgará os imorais e os que cometem adultério. Portanto, alegre-se com a sua mulher, seja feliz com a moça com quem você casou.” (HEBREUS 13 v. 4 / PROVÉRBIOS 5 v. 18)

- intolerância: Muitas pessoas vivem um mau casamento porque não têm a capacidade de perdoar ou de pedir perdão. Se um dos dois cometeu um erro, esse deve pedir perdão ao outro, pois se você errou é o mínimo que você pode fazer. Mas tem que ser de coração, porque senão você vai cometer o mesmo erro outras vezes e correr o risco de perder a pessoa amada.

Quando você diz que perdoou fulano deve ser de coração, pois não adianta dizer que perdoou e viver o resto de sua vida amargurado por causa do erro do outro. Muitas vezes não é fácil perdoar, porque muitos não têm o amor de Deus no coração. Por isso peça para que Deus te ensine a amar e a perdoar de verdade.

- falta de diálogo: No casamento é muito importante conversar sobre o relacionamento, não se deve deixar nada para o outro dia. Tudo que não estiver te fazendo bem deve ser conversado. Se você acha que seu marido te trata mal, fale para ele ou se você acha que sua esposa te trata mal, fale com ela. Resolvam seus problemas. Conversem, pois o diálogo é a melhor maneira de se entenderem. Fale do que você gosta no seu relacionamento e do que não gosta. Peça a Deus para te dar sabedoria para conversar, ser compreensivo para ouvir e ter calma para falar.

Os dois devem ser honestos e sinceros. E quando um estiver falando, o outro deve ouvir, porque se os dois começarem a falar juntos, vai acabar em discussão. Quem estiver ouvindo, analise o que o outro está falando. Se você estiver errado, admita, pois isso não é vergonhoso. Vergonhoso é não admitir os erros e perder a pessoa amada.

Deus ensina como os casais devem viver. Seu dia-a-dia deve ser de harmonia e entendimento. Você esposo que trabalha, quando chegar em casa beije a sua esposa e pergunte como foi o dia dela. Demonstre seu amor, fale que a ama. Se nunca fez isso, peça a Deus para ser mais sensível e atencioso com ela. Você deve passar segurança para sua esposa, cuidar dela com amor, carinho e respeito, ser compreensivo, ajudar nas horas difíceis, dar valor ao cuidado que ela tem com você, com os filhos e com a casa. Tire sempre um dia para os dois: leve sua esposa para passear, dê um presente mesmo que não seja data comemorativa. Procure agradá-la. São essas coisas que alegram o coração do ser humano.

Quem dá amor, recebe amor; quem dá desprezo, o que espera receber? Ninguém gosta de ser maltratado. Quando o homem é atencioso com sua esposa o casamento não vira rotina.

Mulher, você que fica em casa, procure sempre se cuidar: esteja arrumada, tire sempre um tempo para cuidar de você. Por mais simples que você seja, se cuide, pois o casamento é a continuação do namoro. “Mas eu não tenho tempo para me cuidar!” Se você souber administrar, terá tempo sim. Pois muitas gastam horas em frente à televisão, no portão ou na casa dos outros. Hoje em dia há muitas maneiras de se cuidar e se arrumar sem gastar muito dinheiro e sem sair de casa.

Quando seu marido chegar do trabalho, esteja de banho tomado, arrumada, cheirosa. Receba-o com amor, dê um beijo nele, pergunte como foi o dia dele. Não encha a cabeça dele com preocupações que você pode resolver. Aproveite o momento para conversar sobre vocês e para namorar.

Ore e peça a Deus para administrar o seu dia, que te ensine a educar seus filhos, a tratar bem seu marido, a ser paciente, obediente, que te ensine a resolver os problemas da casa. Deus pode resolver qualquer tipo de problema que você tiver: é só acreditar! Às vezes você fala da sua vida para pessoas que não podem te ajudar e esquece que tem um Pai, Todo-Poderoso, que dá os melhores conselhos. Por isso entregue tudo nas mãos de Deus e Ele resolverá.         

A mulher deve ser compreensiva, carinhosa e humilde para ajudar sua família nas dificuldades do dia-a-dia. Uma mulher firmada em Deus traz benção para o seu lar, pois ela coloca em prática o que seu Pai, o Deus Todo-Poderoso lhe ensina.

Não existe idade para viver bem, pois tem pessoas que se enganam: por estarem casadas há muitos anos, acham que podem viver de qualquer jeito. Todos precisam amar e ser amados. Tem pessoas que dizem: “Isso é bobagem! Eu vivo a tantos anos com fulano e ele nunca me deu uma rosa e nunca disse que me ama.” Você já olhou nos olhos dessas pessoas? Elas são cheias de amarguras e rancor. É por isso que existem mulheres e homens amargos: são infelizes no casamento e têm inveja da felicidade dos outros. E se você inveja os outros, seu coração fica cheio de espíritos malignos.

Todo ser humano precisa amar para viver bem. Casar para viver de qualquer jeito é melhor ficar solteiro (a).

Se você pensa em se casar, ore e peça a Deus. E lembre-se de ser paciente se quiser algo vindo Dele. Pois para Ele tudo tem o tempo certo. Peça a Deus para ter o amor no seu coração e ser uma pessoa dirigida por Ele, para que quando Ele lhe der um (a) companheiro (a), você saiba cuidar dele (a). Lembre-se que todos têm defeitos, mas antes de corrigir o outro, corrija-se primeiro.

Peçam a Deus para resolver os seus problemas. Conversem sempre a respeito de vocês dois, não deixem nada para o outro dia, pois o inimigo vive fazendo de tudo para destruir a família. Se você não estiver bem para ter uma relação sexual converse com Deus, peça a Ele que prepare seu marido para compreender você naquele momento. Muitas mulheres têm relações sexuais sem ter vontade, fazem por obrigação e não por amor. Deus não quer que Seus filhos façam nada sem amor, pois quando uma relação sexual é feita para satisfazer uma só parte a outra se machuca e aí vem a tristeza, raiva, decepção e em muitos casos a mulher começa a se fechar para o amor.

Mas, se o desinteresse pelo sexo começar a ser freqüente deve estar acontecendo algum problema espiritual ou de saúde, e por isso tome cuidado para que satanás não te afaste de seu marido. Ore pedindo sabedoria a Deus para saber o que está acontecendo em seu casamento.

O casal deve orar pedindo a benção de Deus em tudo o que forem fazer: tomar decisões, comprar alguma coisa, ter filhos e relações sexuais. Peçam que o amor e a união sempre estejam no coração de vocês, pois são essenciais numa vida a dois. “O homem deve cumprir o seu dever como marido, e a mulher também deve cumprir o seu dever como esposa.” (I CORÍNTIOS 7 v. 3)

Deus mostra que o ser humano perde muito tempo com bobagens e esquece de viver o amor. Para o amor não existe idade. Não é vergonhoso amar, pois o amor vem de Deus. Lembre-se sempre que o que você quer de bom para você, faça para o outro.

Tanto o homem quanto a mulher precisa de Deus para ser feliz e ter uma família abençoada. O homem não é mais importante que a mulher nem a mulher é mais importante que o homem. Ambos precisam um do outro. Por isso deixem os ressentimentos de lado, parem de competir e vivam em paz respeitando um ao outro. “No entanto, por estarmos unidos com o Senhor, nem a mulher é independente do homem, nem o homem é independente da mulher. Porque assim como a mulher foi feita do homem, assim também o homem nasce da mulher. E tudo vem de Deus.” (I CORÍNTIOS 11 v. 11-12)

Que o amor do Senhor Jesus habite em seus corações e que Deus os abençoe!

©2011 ALL RIGHS RESERVED / TODOS OS DIREITOS RESERVADOS